Dia do Orgulho LGBTQIA+ | Veja a campanha #MeuOrgulho

A bandeira gigante nas cores do arco-íris, que esteve na Alerj, amanheceu ontem (27) nas pedras do Arpoador, um dos cartões postais do Rio de Janeiro. A ação marca a programação da @sedsodh.rj para o Dia Mundial do Orgulho LGBTI, que é celebrado hoje .

E de segunda a sexta-feira haverá uma inédita campanha de doação de sangue LGBTI em quatro hospitais públicos do Estado do Rio. Por mais visibilidade, respeito e cidadania para a população LGBTI.

AHF lança campanha #MeuOrgulho

A ONG presente em 43 países que luta pela prevenção e tratamento do HIV/aids e outras IST, além de promover ações de advocacy para grupos mais vulneráveis ao HIV (jovens, gays, homens que fazem sexo com homens/HSH, travestis, transexuais, profissionais do sexo e pessoas que usam drogas) criou uma campanha chamada #MeuOrgulho, em celebração ao Dia do Orgulho LGBTQIA+.

A ideia é responder, nos stories do seu Instagram, à pergunta “Qual o seu orgulho?”. Exemplos:

– Meu Orgulho é ter me assumido para minha família;
– É  viver com HIV e não ter vergonha disso;
– Meu Orgulho é lutar pelos meus direitos e da minha comunidade;
– É ter adotado uma criança com meu marido/esposa;
– Meu Orgulho é ter conseguido meu nome social nos meus documentos;
– Meu Orgulho é não discriminar ninguém por conta da minha religião.

Posteriormente, basta subir o vídeo nos seus stories, com a hashtag #MeuOrgulho, a marcação @ahf.brasil, e convidar outras pessoas para participarem da ação.

Mais sobre a data: 

Criado em 1969, o Dia do do Orgulho LGBTQIA+,  foi feito em homenagem a revolta de Sonewall contra a forte repressão policial que havia nos EUA( e que ocorre até hoje, na verdade). A partir daí, a parada do orgulho é celebrado em diversos países pelo mundo.

Além disso, o canal National Geographic apresenta uma programação especial que revela os desafios enfrentados pela população LGBTQIA+ no mundo afora, a luta dos ativistas e debate as questões de gênero.

Programação:

Explorer, às 14h05

Explorer te leva para a Índia para um raro olhar sob a comunidade gay da nação. O correspondente da National Geographic Dan Savage descobre como homens gays estão vivendo suas vidas apesar das leis indianas contra homossexualidade.

Explorer Investigation: Intolerância LGBTI+, às 14h50

Wellington Amorim explora os crimes de ódio contra o coletivo LGBTQIA+ no Brasil e conhece as histórias das vítimas, mas também a luta dos ativistas.

O Que Nos Define?, às 15h35

Katie Couric viaja pelos Estados Unidos para se encontrar com cientistas, cirurgiões e especialistas para responder questões sobre identidade de gênero. Ela conversa com pessoas comuns que têm seus corpos e suas vidas na linha de frente de um mundo que está mudando rapidamente. Este documentário examina o papel da ciência, da política e da cultura de gêneros, iluminando as incontáveis histórias de luta, entendimento, ignorância e amor.

Transgêneros, às 16h20

Masculino ou feminino, menino ou menina? A maioria de nós pode responder a essa pergunta sem pensar duas vezes – mas, para algumas pessoas, a resposta não é tão simples. Este especial imersivo de uma hora nos leva diretamente para a vida cotidiana de três pessoas que são transexuais, revelando uma fatia notável da vida. Testemunhamos suas lutas e triunfos e experimentamos suas esperanças e medos.  Enfim, cada um dos personagens do filme conta sua história com suas próprias palavras, enquanto os seguimos ao longo das batalhas e vitórias diárias da vida.

Ademais, veja mais:

Afinal, o desafio de manter o propósito diante do cenário de pandemia
Em seguida, siga @viventeandante no instagram
Juliana Linhares – Nordeste, Cultura, Arte, Política, Pietá e Iara Ira
Anúncios
Show More

Escreve o que achou!

Instagram