Não existe falar de propósito sem espiritualidade

A espiritualidade que nos sustenta…

Não existe falar de propósito sem espiritualidade.

As redes sociais se tornaram um local difícil de ficar muito tempo. É prejudicial para a saúde, todas as saúdes.

E nos últimos tempos, tem ficado complicado… Muitos donos da verdade, da razão, fomos divididos em grupos, em turmas e ficamos ali disputando o mesmo lugar no pódio.

Mas que raios de lugar é esse? Onde queremos chegar?

As redes sociais viraram uma campo de indiretas, provocações, brigas e discussões.

Cada um defendendo seu espaço, suas ideias, suas convicções, não abrem mão e não para por aí… Precisamos sempre atacar. Porque não basta apenas levantar a sua bandeira, demarcar seu território, você precisa atacar o “inimigo”, “ enfraquecer seu concorrente”, invalidar o trabalho alheio, desmerecer o outro, pelo simples fato de que ele não está jogando no seu time ou faz parte do seu clube.

Virou uma disputa de quem sabe mais, quem conhece mais, quem é mais inteligente…

Imagino o trabalho que estamos dando para a espiritualidade…

Nesse fogo cruzado, comecei a refletir novamente sobre missão e propósito. Será que preciso me ajustar? Talvez. E que bom que tenha, é mais uma prova que estamos em eterna evolução e aprendizado e eu quero errar e me consertar.

Me pergunto se tanto conhecimento nos tenha levado ao declínio, a um lugar de soberba, ego e vaidade sem fim.

Qual sua opinião sobre isso? Podemos debater esse tema? Vamos falar disso em uma live?

Precisamos falar sobre isso… Qual é a sua visão sobre?…

Conhecimento, conhecedores, donos da verdade… Especialistas em ditar o que é deve ser feito e não feito.

O conhecimento que temos, que nos foi dado precisa ser muito administrado, ou melhor precisa ser bem direcionado e eu me preocupo com essa direção.

Um das coisas que eu sempre peço à espiritualidade em minhas orações é despertar espiritual, autoconhecimento e paz.
Despertar para aquilo que meus olhos ainda não conseguem enxergar.

Autoconhecimento para não que eu não perca de mim, do que eu vim fazer nessa vida e do que é importante.

Paz para que eu me lembre que a paz vem de dentro e é um dos bens mais valiosos que eu posso ter.

Quando temos consciência do nosso papel nessa vida e do que precisamos passar e aprender, é mais fácil seguir sem se importar com as pedras atiradas ou com os espinhos em formas de palavras.

Seu coração está em paz, meu filho? Eles dizem… Então, faça apenas o que precisa ser feito.

Ademais, veja mais:

Enfim Negra Jaque | “Rap é mão preta de interferência”
Afinal, a mulher negra e o autoamor
Além disso, Pretas Ruas busca oportunidades para mulheres negras
Anúncios
Show More

Escreve o que achou!

Instagram