Thursday, October 29, 2020

Não Nasci para Deixar Meus Olhos Perderem Tempo | Um fotógrafo e a História do Brasil

Não Nasci para Deixar meus Olhos Perderem Tempo é um documentário sobre fotografia. Não, na verdade, é sobre um fotógrafo, Orlando Brito. Com sua máquina fotográfica registrou diversos momentos políticos importantes do Brasil. A princípio, muitas vezes sem nem ter noção da relevância da situação que acompanhava. Por exemplo, o filme começa mostrando suas fotos durante a assinatura do AI-5, que deu início à ditadura no país e o trágico Congresso Nacional fechado em 1977.

Também são diversas jornadas retratando os presidentes do Brasil, desde Castelo Branco, passando por Collor e Dilma. São muitos os personagens e cenários registrados pelo olhar afiado do fotógrafo Orlando Brito ao longo de 50 anos de profissão. Algo a ser destacado é que essa carreira vai dos bastidores da política até os brasileiros do interior do país, entre dores e alegrias.

A convivência com os meandros do poder estão presentes em seus relatos e vemos que Orlando é um poeta do olhar. Ao mesmo tempo discreto e presente para congelar no tempo aquilo que sua sensibilidade captou. Temos um show de belas imagens no decorrer do filme, algumas das melhores da longa trajetória de Orlando.

Sabor e imagem

Primeiramente, esses relatos de Orlando são extremamente saborosos. Mostram, inclusive, a desvalorização que o Brasil fornece para alguns de seus ícones como Zé Keti e o palhaço Carequinha. Orlando Brito não é bom somente em contar histórias com sua câmera, mas sim também com as palavras. Em pouco mais de uma hora, fica à vontade de ouvir mais, ver mais, e, especialmente, apreciar mais daquele ser humano que é quem está em foco ali.

Em Não Nasci para Deixar meus Olhos Perderem Tempo vemos que o fotógrafo é um descobridor de imagens que usa a fotografia como seu idioma. Enfim, um filme para quem se interessa pela história brasileira e pela arte da fotografia.

Afinal, Não Nasci para Deixar meus Olhos Perderem Tempo é mais uma pérola desse evento tão relevante que temos no Brasil: o Festival É Tudo Verdade. Saiba aqui os dias e horários de exibição: http://etudoverdade.com.br/br/programacao/

Ademais, veja mais:

Fotografação | CRÍTICA
Um fotógrafo e seu Rio de Janeiro
A fotografia e a alucinação do artista

Além disso, confira as belas imagens do filme “Na Beira”:

3 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: