Apes of God | Sepultura lança single com participação de Rob Cavestany, da banda Death Angel

“As SepulQuartas se tornaram algo pelo qual esperávamos a semana inteira”. Esta é a relação que o Sepultura desenvolveu com o projeto iniciado pela banda em abril de 2020, em seu canal de YouTube. A princípio, a ideia era se manter em movimento durante o isolamento social causado pela pandemia. Dessa forma, com lives semanais em que o grupo se “encontrava” com os seus fãs e conversava com diferentes convidados (ao todo, foram 57 pessoas, de chefs de cozinha a jornalistas e artistas), o quarteto criou novas versões de suas canções, com participações especiais.

Assim, uma das faixas menos frequentes nos setlists de shows do Sepultura, “Apes of God”, foi uma das músicas que ganhou nova roupagem. Ainda por cima com a participação de Rob Cavestany, guitarrista da banda estadunidense Death Angel. Agora, a versão chega nas plataformas de streaming como single do álbum que eterniza o projeto de lives na discografia da banda – SepulQuarta, previsto para 13 de agosto.

Apes

A raridade com que “Apes of God” figura nos shows do Sepultura foi uma das razões para que grupo a escolhesse como single entre as quinze integrantes da tracklist do disco. “Não é uma escolha óbvia, além de ser uma música que tem diferentes camadas do que é o Sepultura”, destaca Derrick Green, vocalista da banda ao lado de Andreas Kisser (guitarrista), Paulo Xisto (baixista) e Eloy Casagrande (baterista).

A canção foi lançada originalmente em 2003, no álbum Roorback, e, agora, ganha mais “força e crueza no som”, como define Derrick, agregadas pela participação de Rob Cavestany. Um dos fundadores do quinteto Death Angel, o guitarrista já dividiu turnês com o Sepultura. “É sempre divertido tocar com amigos que você respeita e com os quais já dividiu palco”, comenta Derrick.

Outra canção que compõe o SepulQuarta e já chegou nas plataformas streaming é “Mask”. A música veio ao mundo em 2011, no disco Kairos, e, em junho deste ano, chegou de cara nova com participação de Devin Townsend, figura de destaque na história do heavy metal e do rock progressivo. A energia que o Sepultura colocou nas novas versões foi potencializada por outro disco, o Quadra (lançado em fevereiro de 2020). “A gente estava em um momento importante [quando começamos as lives], recém-saídos da gravação e do lançamento de Quadra. Não queríamos perder essa força e esse movimento”, conta Derrick sobre o projeto criado para, entre outras coisas, não perder o contato com os fãs. Inclusive, SepulQuarta antecede a volta da banda aos palcos e, portanto, o reencontro com seu público. Em novembro, o Sepultura embarca para uma turnê europeia e passará por países como Alemanha, Portugal, Dinamarca, França e Inglaterra.

Enfim, confira:

Ademais, veja mais:

Balla e os Cristais | “O futuro é amalgamar numa nova cultura brasileira”
A atriz e cantora Luellem de Castro | “Feminismo é um conceito branco”
Rock não-binário. Mergener Mendes, Nove Zero Nove, fala sobre escolhas e transexualidade

Escreve o que achou!