Conecte-se conosco

Cultura

O Evangelho à Luz do Cosmo de Ramatis

Uma visão espírita e esotérica sobre o Evangelho que estimula o autoconhecimento

Publicado

em

Um livro que revisita o Evangelho com uma visão esotérica à partir da visão espírita no estilo perguntas e respostas. Uma leitura rica em ensinamentos como “liberdade sem sabedoria é poder sem direção” ou “Pouco adianta o homem crer em Deus, caso ele não desenvolva em si mesmo os atributos divinos, os quais possui latentes no âmago do seu espírito”. Mensagens profundas que visam que o leitor busque o autoconhecimento a partir de uma fé raciocinada e não uma fé cega.

Entender que muitas vezes deixamos de crer porque causa de coisas que não ocorreram da forma que gostaríamos. Porém, assim a vida é. Não temos controle sobre as coisas. A fé é uma força a mais que podemos utilizar para passar pelas agruras desta vida que sempre será mais cheia de perguntas do que de respostas, mas nem por isso devemos deixar de buscar e aprender.

A obra dita sobre a importância da intuição, como na passagem: “A razão é uma aquisição do espírito, fruto de observação, do desenvolvimento e da conclusão do homem operando na fenomenologia da matéria; enquanto a intuição é qualidade inata e permanente do espírito”. Intuição seria o sexto sentido, um atributo da alma, diferente dos outros sentidos físicos.

O autor advoga pela existência de uma Suprema Inteligência governando o cosmo principalmente a partir do fato de que, no universo, existem bilhões de astros transitando sem colisões ou desarmonias, tudo disciplinado pela regência de leis. Discorre sobre mediunidade, criação do universo, filosofia, santos e a limitada consciência do homem.

Cultura

Ação Social pela Música chega a São Gonçalo e atenderá a comunidade do Jardim Catarina

Concerto de inauguração do Núcleo de Ensino – São Gonçalo com a
Camerata Jovem do Rio de Janeiro
acontece em 30 de março

Publicado

em

jardim catarina

Haverá um concerto gratuito com a Camerata Jovem do Rio de Janeiro, dia 30 de abril, às 17h

A Ação Social pela Música do Brasil (ASMB), projeto que há 25 anos promove a inclusão social de crianças e jovens de comunidades em situação de vulnerabilidade por meio do ensino de música clássica, acaba de chegar à comunidade do Jardim Catarina, em São Gonçalo.

A princípio, no dia 30 de março de 2023, o projeto oficializará a implantação do novo núcleo de aprendizado no território, em um concerto inaugural gratuito com a Camerata Jovem do Rio de Janeiro, a partir das 17h, na Associação dos Moradores e Amigos do Jardim Catarina.

As aulas começam na primeira semana de abril, atendendo a 110 alunos já inscritos com classes de instrumentos de corda como violino, viola, violoncelo e contrabaixo; além de flauta doce e musicalização. Posteriormente, os alunos vão compor uma nova orquestra de cordas. A ação é patrocinada pela Águas do Rio, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Esforço coletivo no Jardim Catarina

“Em termos de inclusão musical, nunca houve nenhuma ação como esta em São Gonçalo, portanto é um momento muito especial e estamos com grandes expectativas. Temos certeza de que o projeto se tornará modelo e que vai trazer muitos benefícios aos moradores e aos jovens da região. Quando a sociedade civil, as ONGs e as empresas cidadãs se unem, isso se traduz em justiça social”, conclui Fiorella.

Por fim, a criação do novo núcleo de ensino é o resultado de um esforço coletivo que uniu a ONG, lideranças locais, a Associação dos Moradores e Amigos do Jardim Catarina e a Águas do Rio. Este será o 7º núcleo de aprendizado da ASMB no Rio de Janeiro.

Por último, leia mais:

Muco | Documentário mostra contradição na tradição indiana (viventeandante.com)

Andança – Os Encontros e as Memórias de Beth Carvalho | Crítica (viventeandante.com)

Yoga De Rua | Enfim, conheça o extraordinário na simplicidade (viventeandante.com)

Continue lendo
Anúncio
Anúncio

Cultura

Crítica

Séries

Literatura

Música

Anúncio

Tendências