Torto Arado | Romance de Itamar Vieira Junior vence Prêmio Jabuti

A obra “Torto Arado”, escrita por Itamar Vieira Junior, ganhou na última quinta-feira, 25, o Prêmio Jabuti. Lançado pela editora Todavia, o livro foi premiado na categoria Romance Literário e venceu a disputa entre Chico Buarque, Maria Valéria Rezende, Paulo Scott e Adriana Lisboa. 

Em “Torto Arado”, Itamar narra a resistência de duas irmãs negras que vivem no sertão da Bahia. A obra reflete sobre a ancestralidade negra e suas relações, além da religiosidade em uma comunidade quilombola. A trama envolve desigualdade, racismo, segredos antigos e mais. O livro de Itamar já havia, inclusive, cativado a crítica lusitana tendo vencido o prêmio LeYa em 2018. 

O escritor Raphael Montes, autor de “Bom dia, Verônica” que recebeu recentemente uma adaptação para séria na Netflix, levou o prêmio na categoria romance de entretenimento com o livro “Uma mulher no escuro”, publicado pela Companhia das Letras. 

Conheça outros vencedores da premiação literária mais tradicional do país no eixo literatura: 

Conto

1º Lugar – Título: Urubus | Autor(a): Carla Bessa | Editora(s): Confraria do Vento

Crônica

1º Lugar – Título: Uma furtiva lágrima | Autor(a): Nélida Piñon | Editora(s): Record

Histórias em Quadrinhos

1º Lugar – Título: Silvestre | Autor(a): Wagner Willian Menezes de Araújo | Editora(s): Darkside

Infantil

1º Lugar – Título: Da Minha Janela | Autor(a): Otávio Júnior | Editora(s): Companhia das Letrinhas (Companhia das Letras)

Juvenil

1º Lugar – Título: Palmares de Zumbi | Autor(a): Leonardo Chalub | Editora(s): Editora Nemo

Poesia

1º Lugar – Título: Solo para vialejo | Autor(a): Cida Pedrosa | Editora(s): Cepe Editora

 

Ademais, veja mais:

M8 – Quando a morte socorre a vida | Filme denuncia racismo estrutural no Brasil

Museu Itamar Assumpção | A vida e a obra do artista que marcou gerações

Sorriso Rei | Mahmundi homenageia Jovelina Pérola Negra e Gil em novo projeto

6 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: