Saturday, December 4, 2021

Purê de Palmito, aprenda uma receita fácil | Medicina da Cozinha

Purê de palmito é bom demais. E sim, a cozinha é uma arte de expressão. Alimento é tudo aquilo que colocamos para dentro: arte, entretenimento, amor, comida. Comida é símbolo de amor. É a não-pressa, é o prazer por comer, compartilhar a divindade, nutrir. Também é escutar a intuição, saber o que o corpo realmente precisa. É respirar, agir instintivamente. Somos cíclicos, nosso corpo tem diferentes demandas, te escuta, age tranquilamente, comunica-se. Se una e usufrua dos alimentos.

Comer folhas e alimentos crus traz vida. Necessidade de ingerir carboidratos? Fibras? Escuta o que teu corpo grita, ele é ancestral, sábio. A nutrição adequada vem do equilíbrio. Sem certos, nem errados, dietas que falam com o coração e a alma. Aliás, a proteína é importante, mas não é tudo; ela está em comunhão com um grande círculo da vida.

As receitas podem seguir certo manual, mas é importante lembrar nossa liberdade de adaptá-las ao que temos em casa e como gostamos. Alimentação está muito atrelada ao prazer, o momento de degustar sabores, aromas e texturas. Portanto, nossos sentires podem nos guiar nessa jornada culinária. A busca por algo mais simples ou mais rebuscado deve ser aceita e acolhida. Pode-se buscar algum tipo de receita já pronta e acrescentar temperos que deixarão a comida com seu toque, assim como também modificar algum dos ingredientes – usar outro legume, ou outro molho.

Como busco também receitas no mundo externo, tenho o hábito de não utilizar todos os ingredientes. Isso acontece por vários motivos, e o principal é pela disponibilidade dos produtos na minha cozinha. Porém, de qualquer forma, a cozinha é uma arte. Como já disseram, a roda já foi inventada, então crie sua roda. Ou seja, expresse a sua arte como lhe convir, se quiser seguir à risca ou não.

Receita de Purê de Palmito

No caso do Purê de Palmito, utilizei uma porção menor, pois era a quantidade que tinha em casa. Fervi em uma panela com um pouco de água o palmito e escorri. Pode processar o palmito em liquidificador ou em mixer! Após isso, refoguei cebola e alho e misturei com o purê já processado. Coloca-se sal e tempeiros a gosto e Voialá! Só comer!

Há como fazer também utilizando creme de leite e manteiga (receita vegetariana, porém não vegana) para adicionar cremosidade. Fica interessante experimentar com certas ervas também para acrescentar sabor. Outra forma de cozer o palmito é em caldo de legumes, então caso estiver cozinhando legumes ao mesmo tempo ou já tiver algum caldo guardado, isso também acrescenta certo sabor. Essa receita de purê de palmito é rápida e fácil de fazer, principalmente se você tiver o palmito em conserva.

Para quem se interessa em seguir algo mais detalhado, segue as medidas da receita:

400 g de palmito pupunha
1/2 cebola média (60 g), em cubinhos
2  1/2 colheres (sopa) (20 g) de alho, em cubinhos
2 colheres (sopa) (30 ml) de azeite de oliva
4 colheres (sopa) (60 g) de manteiga sem sal
6  2/3 colheres (sopa) (100 ml) de creme de leite fresco
sal e pimenta-do-reino branca moída na hora a gosto

DICA: Guarde e reutilize o pote do palmito em conserva! Além de você usar como porta velas, enfeite, entre outras coisas, também pode utilizar para guardar temperos e até os próximos cremes que você irá produzir! Cozinha sustentável! Para deixar também o seu almoço leve, recomenda-se água aromatizada de limão com alecrim, que combina imensamente com o gosto do palmito (principalmente o alecrim).

Ingredientes da água aromatizada:

½ limão siciliano

½ limão Taiti                (corte ambos em rodelas finas)

1 ramo de alecrim
1 litro de água gelada
Gelo a gosto.

Afinal, os benefícios do alecrim são múltiplos, além de dar sabor!

 

Ademais, veja mais:

Pérola Faria | “As pessoas ficavam indignadas que eu não comia carne. Achavam que eu ia desmaiar.”
Por fim, conheça um Restaurante Vegano na Tijuca com bom preço

Escreve o que achou!