Friday, September 18, 2020

Pérola Faria | “As pessoas ficavam indignadas que eu não comia carne. Achavam que eu ia desmaiar.”

Durante o evento Veg-Borá com a premiação dos Melhores do Ano, conversei com a atriz Pérola Faria, que estava participando como jurada. O foco foi o vegetarianismo e como essa filosofia e o yoga vem mudando sua vida. A atriz demonstrou uma simpatia impressionante e uma concentração aguçada durante o bate-papo.

Alvaro Tallarico: Você virou vegetariana por causa da meditação e do Yoga?

Pérola Faria: Faz dois anos que eu parei de comer carne e na verdade falo que o primeiro contato que tive com esse tipo de alimentação, com essa orientação, foi num curso de meditação que fiz. Até então eu achava muito distante para mim. Achava legal quem se alimentava sem carne, mas eu achava que era impossível.

Alvaro Tallarico: Era um daqueles cursos longos tipo o Vipassana, de dez dias?

Pérola Faria: Não, foi uma semana e era onde moro mesmo. Eu ia e voltava para casa. Mas o professor indicou que durante o curso achava bom todo mundo parar (de comer carne)para sentir os efeitos melhor. Então, ok, resolvi testar, né? Realmente senti uma melhora na meditação e tudo mais. Mas não levei adiante. Depois que comecei a praticar yoga há dois anos atrás é que, impressionante, como os ásanas (posições do yoga) me trouxeram… eu falava o negócio físico, uma prática física transformou a minha cabeça e realmente me fez querer parar. Aí cortei de um dia para outro. ‘Hoje não vou mais comer carne e acabou’. Realmente nunca mais comi e agora estudo no método DeRose e lá é uma filosofia de vida. Eles realmente querem te tornar um iogue. Eles não só formam um professor, mas querem transformar você em um iogue na vida.

Alvaro Tallarico: Toda filosofia do yoga, os conceitos.

Pérola Faria: É, e a gente estuda muito isso e tem todas essas orientações de não beber, não usar drogas. E agora eu vivo isso.

Alvaro Tallarico: Mas você tem intenção de virar professora de yoga ou só quer evoluir a sua prática?

Pérola Faria: Conhecimento. Entrei a princípio para realmente me aprofundar na parte teórica também. Porque fiquei tão apaixonada pela prática e eu sabia que não era só a prática, era muito mais que isso. Falei, cara, preciso saber porque que essas coisas mudam a minha cabeça, porque isso acontece. Aí comecei a procurar o DeRose para isso, pois minha professora era formada lá e eu amava a prática dela. E aí, me apaixonei e estou estudando para mim, a princípio. Vamos ver.

Alvaro Tallarico: E você acha que o vegetarianismo e toda essa parte da meditação também evoluiu seu lado profissional?

Pérola Faria: Sim, com certeza. Principalmente na questão de alta performance. Eu acabei de ganhar ano passado um programa de dança da Record, o Dancing Brasil, e as pessoas ficavam indignadas que eu não comia carne. Achavam que eu ia desmaiar no ensaio. E tinha uma bailarina que era vegetariana e ela falou para mim, que estava se sentindo fraca e não sabia como eu conseguia. Achava que ia ter que voltar a comer carne. Eu falei, cara, não sei, às vezes é uma questão psicológica, mas eu me sinto muito melhor, sabe? Senti meu organismo funcionando melhor. Eu sempre fui muito do esporte, sinto que meu fôlego melhorou muito com a meditação e a prática do yoga até. Porque, ao contrário do que as pessoas pensam, não é uma coisa de relaxamento, é uma coisa que te traz muita força mesmo, muita resistência.

Veja essas agora 🙂

Afro Gourmet encanta com Moqueca de Banana
João Raphael fala sobre consciência negra, sociologia, educação e arte
Restaurante Vegano da Tijuca tem bom preço

1 Comment

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: