Wednesday, December 7, 2022

Rasgos dentro da minha própria pele | Lançamento de Fernanda Rodrigues

Dia 12 de novembro (sábado), a escritora Fernanda Rodrigues lança o livro Rasgos dentro da minha própria pele. Autora de A intermitência das coisas, esse é seu segundo livro de poesias. Assim como o primeiro,  também é publicado pela Editora Penalux.

Escrito e revisado entre fevereiro de 2020 e julho de 2022, Rasgos dentro de minha própria pele não apenas fala sobre sensações e emoções internas como vai ainda mais fundo que no primeiro livro de Fernanda. Segundo a própria autora, “Confrontando todas as dores da vida social e amorosa, essa voz (o eu lírico) mergulha no si mesma em busca de respostas ou daquilo que considera um modo de seguir em frente. Por meio de cada verso, esse eu lírico provoca o leitor a pensar na própria jornada e nos possíveis rasgos que há em suas peles.” Só para ilustrar, será possível encontrar, nos poemas, um pouco sobre amor, autodescoberta, desejos, resiliência, solidão, transformação, e muito mais.

Evento presencial

Com texto de orelha assinado pelas escritoras Ane Venâncio e Ayumi Teruya e quarta capa pela escritora e poeta Elizza Barreto, é provável que seja um livro arrebatador. Aliás, ele terá lançamento presencial. Assim, o leitor poderá ganhar um autógrafo em seu exemplar, além de bater um papo com a autora. O evento ocorrerá no Canto Madalena, na Vila Madalena, em São Paulo. Para quem não estiver na cidade, o livro também está em pré-venda no site da Editora Penalux.

Data: 12/11 (sábado), às 16:30.

Endereço: Rua Medeiros de Albuquerque, 471 (Próximo ao Beco do Batman). Vila Madalena, São Paulo – SP.

Site da Penalux: https://www.editorapenalux.com.br/catalogo-titulo/rasgos-dentro-da-minha-propria-pele

Dados técnicos

Título: Rasgos dentro da minha própria pele

Autora: Fernanda Rodrigues

Editora: Penalux

Edição: França & Gorj

Editoração eletrônica e capa: Karina Tenório

Revisão: Aline Caixeta

Revisão dos poemas em espanhol: Ayumi Teruya

Páginas: 158

Ademais, leia mais:

Resenha | As 79 Luas de Júpiter

Entrevista com Anna Carolina Ribeiro | ‘Me sinto quase uma médium, anotando as coisas e traduzindo ideias em palavras’

Crítica | ‘O livro dos prazeres’ é adaptação sensível e certeira de Clarice Lispector

2 Comments

Escreve o que achou!