tendencias do mercado musical

tendencias do mercado musical

Rio Music Market mostra importância do empresário artístico

Empresário Artístico no Rio Music Market

Rico Moraes, publicitário e produtor fonográfico, dono do estúdio Pato Rouco Records, passou suas impressões sobre o dia que esteve no Rio Music Market, em especial a palestra: “O que faz o Empresário Artístico”. Flora Gil foi uma das presentes, empresária da Gege Produções desde 1982, empresa que cuida da carreira artística de Gilberto Gil (shows nacionais e internacionais, projetos especiais). Administra o patrimônio autoral da Gege Edições Artísticas, editora, que se ocupa dos direitos autorais de vários artistas da MPB. Hoje, Flora está envolvida na questão da transparência de pagamentos de direito autoral aos criadores, incluindo o direito autoral na era da internet (digital). Ainda por cima, administra o estúdio de gravações Palco e a gravadora Geléia Geral. Inclusive, é também responsável desde 1999, no carnaval da Bahia, pelo projeto “Expresso 2222”.

Produto + Estratégia

Junto com ela, participou Rommel Marques,  engenheiro por formação que seguiu para música e começou sua carreira como DJ atuando em inúmeras casas do RJ (Crocodilu´s, Hipoppotamus, Help, entre outras). Logo depois, em rádios FM como Cidade, Transamerica e Manchete. Em 1987 entrou na indústria fonográfica passando por EMI, Warner, BMG Portugal e Sony Music onde alcançou a posição de Diretor de Marketing e Promoção. Já em 2003 foi convidado por Zezé Di Camargo para assumir a função de empresário da dupla e durante esta parceria se tornou um dos produtores do filme “2 Filhos de Francisco”. Após o trabalho com a dupla trabalhou com vários e talentosos artistas como Maria Rita, Daniel Boaventura, Marjorie Estiano, Tiago Iorc e Anitta.

A princípio, eles explicaram sobre a função e a relevância do empresário artístico. Rommel focou muito na questão da música como um bom produto e a diferença que o planejamento faz para que realmente possa dar certo, citou a questão do longo prazo, como onde pretende-se chegar em cinco anos, por exemplo. Flora Gil comentou muito sobre como é o trabalho na empresa Gege. Explicaram como Anitta parece que se agencia, contudo, possui diversos assessores por trás.

Showcases

Rico Moraes colocou a coisa mais importante como sendo a união de bom produto com esmerado planejamento estratégico de marketing. Na mesma semana, ocorreu uma explicação sobre como fazer shows fora do Brasil, inclusive os tributos que precisam ser pagos e todo o trabalho necessário para que dê certo. O grande artista brasileiro Jards Macalé esteve presente assistindo.

No geral, nos dias que nós do Vivente Andante pudemos comparecer, tivemos sempre boas surpresas e era perceptível o alto nivel dos palestrantes e mediadores. A saber, o Rio Music Market se mantém como um evento consolidado que auxilia o mercado cultural e musical brasileiro discorrendo sobre as tendências e caminhos possíveis e prováveis. A união de artistas, empresários e trabalhadores dos ramos musical e cultural fornece um grande caldeirão de troca de conhecimentos útil para todos os gostos.

Ademais, durante o evento, diversos showcases ocorreram, com artistas do mundo inteiro, com destaque para Reptilian Beats, do Chile, que fez um show diferenciado e animado no Dumont Art Bar, no bairro da Gávea. Misturavam epicidade com toques teatrais e percussão que lembrava a Bahia. Teve também Negra Jaque, rapper de Porto Alegre (RS), que cantou a identidade preta. Inclusive, assistimos também a mesa sobre Documentários Musicais, extremamente demonstrativa da dificuldade que é concretizar tal produto. Muita burocracia, infinitos direitos autorais, mas resultados que costumam compensar.

Enfim, o Rio Music Market 2019 foi um evento necessário e valiosamente rico. Uma conferência anual que traz uma gama cultural voltada para a materialização da arte como produto viável que auxilie cada vez mais no crescimento econômico. Que venha o de 2020!

*Matéria com colaboração de Rico Moraes, enviado especial como imprensa pelo Vivente Andante, a convite da Belmira Comunicação.

Saiba mais do Rio Music Market:
Novo Mercado Musical – Rio Music Market promete explicar 
Rio Music Market ensina marketing para artistas
Rio Music Market abre com show mágico de Júlia Vargas, Mestrinho e João Donato
Anúncios

Júlia Vargas, Mestrinho e João Donato abrem Rio Music Market com show inédito

Rio Music Market e Júlia Vargas com Mestrinho e João Donato no Vivente Andante

A abertura do Rio Music Market traz um show inédito com a cantora Júlia Vargas recebendo o acordeonista Mestrinho e o pianista João Donato. A apresentação acontece no dia 9 de dezembro, uma segunda-feira, às 20h, no Theatro NET Rio. A exibição dá partida à sétima edição do evento, o qual reunirá mais de 60 profissionais do mundo inteiro a fim de debater as transformações e novas oportunidades da indústria da música em cerca de 30 mesas.

Em estúdio, gravando “D’Água”, o seu segundo disco solo, Júlia Vargas escolheu músicas do álbum “Pop Banana” (2017) para unir com as habilidades únicas de Mestrinho e Donato. Ademais, Júlia tem cantado com muitos artistas consagrados, como Zélia Duncan, João Bosco, Roberta Sá e Zeca Baleiro, e está lançando o álbum de pegada feminista “Iara Ira”, com as cantoras Juliana Linhares (Pietá) e Duda Brack.

Mestrinho, sanfoneiro de respeito

Sergipano radicado em São Paulo, Mestrinho é considerado um fenômeno na renovação do forró e já dividiu o palco com Dominguinhos, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, entre outros. Em 2018, ganhou o troféu de Melhor Cantor e foi indicado na categoria Melhor Álbum Regional no 29º Prêmio da Música Brasileira. O sanfoneiro segue apostando na carreira solo e preparando o seu terceiro disco, a ser lançado em 2020 pela Atração Fonográfica.

A experiência de João Donato e o repertório

O pianista e compositor João Donato completa 85 anos de vida e 70 de carreira neste 2019. Inclusive, é difícil condensar em poucas linhas a importância deste pianista e compositor nascido no Acre e morador do Rio de Janeiro. A saber, em turnê pela Europa, Donato volta para casa em dezembro para fazer uma participação especial nesse show da Júlia.

No repertório da noite do Rio Music Market, releituras de compositores consagrados como João Bosco, Aldir Blanc, Jorge Mautner e Tom Zé. Além disso, canções de novos compositores da cena carioca, como Claos Mózi, Ivo Vargas, André Vargas, Carlos Posada, Victor Lobo e Marcos Mesmo.

Afinal, estão previstos os sucessos “Bananeira” e “Lugar Comum”, de Donato. Juntamente com clássicos do forró de Dominguinhos, como “De volta pro meu aconchego” em um dueto arrebatador de Júlia e Mestrinho e, ainda, “Te faço um cafuné”, entre outras surpresas.

Enfim, no show, Júlia Vargas estará acompanhada por Roberto Kauffman (acordeão), Marcos Luiz (baixo) e Gabriel Barbosa (bateria).

Júlia Vargas recebe Mestrinho e João Donato | Rio Music Market

QUANDO: Segunda, 9 de DEZEMBRO, às 20h

ONDE: Theatro NET Rio – Rua Siqueira Campos, 143 | 2º piso, em Copacabana

QUANTO: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia entrada)

Agora, leia essas 😉

Rio Music Market quer explicar o novo mercado musical
Afro Gourmet apresenta culinária africana
Bacurau é exibido pela UERJ na Concha Acústica Marielle Franco
Instagram