Coletivo Pretas Ruas faz sua parte durante situação do coronavírus | Saiba como ajudar

Tenho andado sumida, confesso. Eu e muita gente. A princípio, se me permitem, não gostaria de fazer textão sobre a situação do coronavírus, estamos todos sabendo e sentindo na pele a gravidade da situação. Certamente, com medo de um futuro que antes já se mostrava incerto e agora talvez nem exista mais. Não quero mostrar aqui o quanto estou produzindo diariamente, o quanto estou conseguindo manter minha rotina de exercícios ou o quanto estou eliminando pensamentos tóxicos e meditando bastante.
Reparem o quanto sou “privilegiada” neste momento. Afinal, tenho um teto para dormir, comida, acesso a água, sabão… Não ter que lutar e implorar para ter acesso a necessidades básicas, me dá a oportunidade de usar meu tempo “livre” para pensar em ações de solidariedade.

Impactar positivamente

Sou fundadora de um coletivo que é tocado a três mãos, sem parceria, sem rede, sem união. Eu não conseguiria tirar do papel e do meu peito o proposito que tenho. E é isso que tem me motivado a continuar, saber que a nossa passagem aqui nesta vida é rápida, intensa e finita. O que estamos fazendo com o tempo que temos aqui? O que você fez? Será que tudo nos resta é acumular, é conquistar, consumir para o bem próprio? Não seria a vida muito mais do que isso? Eu penso que sim.

Enfim, não quero me alongar. Quero terminar esse texto, pedindo que possamos tirar um momento para refletirmos sobre as nossas vidas, sobre as vidas daqueles que amamos e que não amamos também. Somos seres de luz e temos total poder de impactar vidas positivamente. Convido você a olhar para o lado e entender que existem outras realidades muito mais duras e difíceis de encarar, mas que é preciso conhecer, é preciso agir.

Confira a entrevista com Pamella Lessa:

Campanha

O Coletivo Pretas Ruas está com uma campanha de arrecadação de kits de higiene e alimentos não perecíveis. As doações serão entregues para projetos parceiros que estão diariamente nas ruas dando assistência, afeto e cuidado para as pessoas que não tem o privilegio de ter um teto para morar, a vida nem sempre é doce não é mesmo? Aliás, independente das causas, motivos, que fizeram essas pessoas parar nas ruas, convido você a ajudar sem olhar a quem, seja através de doações financeiras, alimentos, itens de higiene ou apenas doando sua paciência em ler esse texto e divulgar para amigos e família.

Afinal, quer conhecer mais sobre o trabalho do coletivo? Segue as redes sociais @pretas_ruas / Pretas Ruas Facebook . Achou o texto chato e está mega desconfiado? Manda uma mensagem tirando suas dúvidas, suas criticas e sugestões. Ainda não sabe o que fazer? Tome seu tempo, quando resolver ajudar, entre em contato com a gente. Somos pacientes.

Quer ajudar agora? Você pode doar através de depósitos/tranferências para a conta abaixo:

Banco: Itaú
Agencia: 6240
Conta: 17402-6
CPF: 144.370.387.70
Nome: Pamella Cristina Oliveira da Silva

Aliás, também pode ser pelo PagSeguro: https://sacola.pagseguro.uol.com.br/3a02b353-db85-4c1e-a3d4-52ee23ffb793

Por fim, comprou itens a mais no mercado? Separe um kit de pelo menos 15 unidades de alimentos ou itens de higiene, entra em contato com a gente, nós podemos ir até você buscar as doações. Estamos tomando os devidos cuidados na retirada de doações e na higienização das mesmas.

Todavia, leia mais:

Isto é um Negro? Veja a reflexão de Pamella Lessa, do Coletivo Pretas Ruas
Luellem de Castro | “Feminismo é um conceito branco”
Ana Catão do Cosmogonia Africana| “Nossa missão é trazer essa história que foi varrida para debaixo do tapete”
Anúncios
Show More

3 Comments

Escreve o que achou!

Instagram
%d blogueiros gostam disto: