Monday, September 21, 2020

Ana Catão | “Nossa missão é trazer essa história que foi varrida para debaixo do tapete”

Cosmogonia Africana – Visão de Mundo do Povo Iorubá é um espetáculo teatral de dança focado na mitologia negra. A ideia e concepção é de Ana Catão, pesquisadora, bailarina, professora e coreógrafa na área de danças afro-brasileiras. Após assistir uma palestra de Marcelo Monteiro sobre Cosmogonia Africana, apaixonou-se e resolveu fazer um espetáculo em cima daquilo que viu e ouviu. Começou a estudar mais a fundo o universo Iorubá e pesquisar. Começou com essa ideia em 2014, contudo, somente em 2017 o projeto conseguiu ser contemplado em um edital e finalmente pôde começar a virar realidade. Procurou transformar a dança de cunho religioso em um formato contemporâneo, de maneira que contasse uma história. Além disso, o inesperado, Aninha descobriu que estava grávida na mesma época que ganhou o apoio para o projeto.

Luta

A luta para valorizar a cultura negra e contra a discriminação racial é a missão do espetáculo. Aninha Catão fala também sobre o teatro resistindo e mostrando a força negra.

Existe também a “Oficina de Dança Afro-Brasileira com Ana Catão”, um projeto que busca trabalhar a dinâmica dos movimentos corporais, através da gestualidade trazida pela dança afro. Ainda por cima visa conscientizar a respeito da importância da representação da cultura negra, oriunda dos povos africanos, para a formação da identidade brasileira.

A oficina tem como abordagem principal a dança contemporânea inspirada nos Orixás do candomblé, respeitando a relação do Brasil com as divindades africanas através de suas histórias e mitos. Aliás, procura dialogar com outras danças afro-brasileiras nas suas movimentações e gestos. Afinal, essa é a base do que acontece no espetáculo Cosmogonia Africana – Visão de Mundo do Povo Iorubá que conta com elenco e equipe de produção quase 100% negra.

Inclusive, veja mais:

Negra Jaque | “Rap é mão preta de interferência na sociedade”
Marcelo Monteiro | “Cosmogonia resgata e desperta a consciência do povo negro”
Josafá Neves apresenta exposição gratuita com ícones da cultura afro-brasileira
Créditos do Podcast:

Apresentação e roteiro: Alvaro Tallarico /// Edição: Rico Moraes /// Música de abertura e fechamento: 2 na praça – Da Praça 

Por fim, siga @viventeandante nas redes sociais 🙂

12 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: