Crítica | ‘Elite Histórias Breves: Guzmán Caye Rebe’ traz curtas divertidos na Netflix

Elite Histórias Breves: Guzmán Caye Rebe é uma série de curtas, tipo um spin-off da série Elite cuja quarta temporada estreia nesta sexta-feira (18). Os três protagonistas, Guzmán, Rebeka e Nadia, comem pedaços de um bolo que tem cogumelos alucinógenos, mas precisam lidar com algumas surpresas durante a “viagem”.

A direção é boa, com ângulos diferentes para brincar com o fato deles estarem drogados. Dessa forma, o primeiro episódio é engraçado, mas também tem momentos de suspense. Até ver esse eu nunca tinha visto ou lido nada sobre a série Elite. O fato de serem episódios curtos, cerca de 10 minutos cada, num arco mais fechado facilitou para que eu desse uma chance para a obra. E valeu a pena.

O segundo começa já mais tenso e o tom muda, inclusive pincelando reflexões sobre drogas e tráfico. Contudo, ainda tem momentos bem cômicos como Cayetana (Georgina Amorós) tentando falar com a inteligência artificial de seu celular.

A fotografia é ótima e usa muito bem as sombras, cores e luzes. O elenco não deixa a bola cair em momento algum. A comédia aumenta no terceiro, juntamente com a tensão e o final é mais que satisfatório.

Por fim, Elite Histórias Breves: Guzmán Caye Rebe entretém sem cansar, com agilidade e um roteiro redondo.

Enfim, o trailer:

Ademais, veja mais:

Zero | Netflix traz herói do Senegal para a Itália

Bárbaros | Epicidade e drama cativam na série original Netflix

Sweet Tooth | Série da Netflix traz mundo pandêmico com crianças animais

Escreve o que achou!