Crítica | ‘Um Dia Para Sempre’ é comédia romântica tipo ‘Feitiço do Tempo’

Um Dia Para Sempre (Hallo Again) é um daqueles filmes de repetição do tempo. Pessoalmente, é um tema que por mais que esteja batido, sempre me interessa. Claro, depende da forma de contar. Aqui, Zazie mora com amigos em um apartamento compartilhado. Porém, quando o convite para o casamento de seu melhor amigo Philipp com sua arquirrival Franziska chega em sua caixa de correio, ela acha que precisa salvá-lo e impedir o matrimônio.

É aí que entra o loop temporal, e o mesmo dia se repete, e repete. Geralmente, para sair dessa situação o protagonista precisa aprender alguma lição. É uma variação do ótimo e clássico filme de 1993, “Feitiço do Tempo” (Groundhog Day) com Bill Murray.

Entretanto, se quando começou Um Dia Para Sempre parecia que seria mais do mesmo, aos poucos me surpreendi com alguns rumos que a película tomava e as diferenças daquelas múltiplas realidades.

Comédia romântica quase tradicional

Não espere de forma alguma um filme de ficção científica. Isso aqui é uma comédia romântica típica, e divertida. O melhor é que percebemos realmente a evolução da personagem e o aprendizado que ganha com todos ao seu redor ao descobrir detalhes e aprender mais sobre o ser humano e suas formas de se relacionar. Todos somos falhos e encarar uma relação requer coragem e desprendimento. Entrega. Maturidade. Esta aí uma das principais mensagens do filme.

No elenco temos a engraçada Alicia von Rittberg, Edin Hasanovic, Samuel Schneider, Tim Oliver Schultz e Emilia Schüle.

Afinal, é um bom filme para o Dia dos Namorados e dar umas risadas sem grandes expectativas. O longa da atriz, cineasta e roteirista Maggie Peren, chegará exclusivamente aos cinemas brasileiros no dia 09 de junho, com distribuição da A2 Filmes.

Afinal, se liga no trailer:

Ademais, veja mais

Crítica | ‘Um Brinde ao Sucesso’ cativa em ótima atuação de Bérénice Bejo

Crítica | Enfim, ‘Jurassic World Domínio’ é aventura divertida com mensagem ambientalista

Com Danton Mello e Juliana Paes, ‘Predestinado: Arigó e o Espírito do Dr. Fritz’ estreia em setembro

Escreve o que achou!