Tuesday, October 19, 2021

Crianças do Sol | Drama iraniano que luta por vaga no Oscar 2021 ganha data de estreia

Com direção de Majid Majidi, primeiro cineasta iraniano a ser indicado ao Oscar, em 1999 – por “Filhos do Paraíso” -, o drama “Crianças do Sol” (Sun Children), estará disponível a partir de 22 de outubro para compra e aluguel nas seguintes plataformas digitais: Claro Now, Amazon, Vivo Play, iTunes/Apple TV, Google Play e YouTube Filmes. O longa é a escolha do Irã para disputar uma vaga na categoria de Melhor Filme Internacional do Oscar em 2021.

Os protagonistas são crianças locais em situação de rua. Dessa forma, o filme conta a história do jovem Ali (Roohollah Zamani) e seus amigos. Para sobreviver e sustentar as suas famílias, eles vivem entre bicos e pequenos furtos. Porém, ao descobrirem a existência de um tesouro, escondido dentro de um túnel, eles decidem fazer de tudo para conseguirem o que querem, inclusive se matricular em uma escola.

Realidade

A saber, de acordo com o diretor, a situação enfrentada pelos meninos do filme é a realidade de pelo menos 152 milhões de crianças da região, que trabalham para sustentar suas famílias.

“O filme mostra as habilidades e humanidade dessas crianças e que todos somos responsáveis​​por elas, muitas das quais extremamente talentosas. O elenco juvenil principal é composto por garotos em situação de rua e eles provaram ser atores surpreendentes”, conta o diretor.

O longa foi premiado no Festival de Veneza de 2020 nas categorias Lanterna Magica Award (para o diretor Majid Majidi) e Melhor Jovem Ator (Roohollah Zamani). O roteiro é assinado por Majid Majidi e Nima Javidi.

Por fim, com distribuição da Synapse Distribution, o longa estará disponível nas versões dublada e legendada. Assista ao trailer de “Crianças do Sol”:

Ademais, veja mais:

Canola, um drama Coreano | Crítica

Ficaremos Bem (Maria Sødahl, 2019) | Crítica – Vale a pena ter esperança

Entrevista com Anna Carolina Ribeiro | ‘Me sinto quase uma médium, anotando as coisas e traduzindo ideias em palavras’

Escreve o que achou!