Fúria Incontrolável | Russel Crowe, ação e velocidade na Amazon Prime

“Fúria Incontrolável” é o novo filme do catálogo da Amazon Prime em 2021, com Russell Crowe (Miami Vice, Gladiador)  como protagonista. Dirigido por  Derrick Borte, conhecido pela comédia de humor negro “Amor por Contrato” (The Joneses), que escreveu, dirigiu e produziu.

O filme já começa intenso, deixando o ar de como será a ação. Depois de uma introdução, bem atual, mostrando pessoas em situações de fúria, conhecemos Rachel (Caren Pistorius) e Kyle (Gabriel Bateman), mãe e filho. Eles estão dificuldades financeiras, indo para a escola, em um dia ruim, e descobrem que vai ficar bem pior.

“Fúria Incontrolável” me lembrou um pouco um clássico da Sessão da Tarde: “Velocidade Máxima”. Contudo, com uma temática mais atual. Percebemos, de forma cinematográfica, num namoro com a vida real, muitas pessoas furiosas no trânsito. Precisamos ter essa noção de que podemos evitar muitas brigas banais, ou seja, se alguém pisar no seu pé, peça desculpas, nenhuma dessas discussões vale o transtorno.

Ação

O longa-metragem faz o seu papel muito bem, é direto, sem enrolações e com muita ação, a violência é bem feita, você consegue se ligar a Rachel. Porém, o principal é se perceber e tentar analisar possíveis falhas que temos no nosso dia-a-dia que podem dar brecha para esse tipo de psicopata, que quer apenas uma desculpa para sua loucura.

Vale muito a pena principalmente para indicar para aquelas pessoas mais esquentadas e que às vezes se deixam levar por brigas banais. Como um filme de ação não decepciona, o roteiro é fraco, entretanto, faz o que se propõe, o final é um pouco clichê e pode incomodar.

As situações são bem fáceis de se resolver, mas duas ideias inteligentes são o homem (Russell Crowe) não ter nome, da ideia de que pode ser qualquer um, e o segundo foi que o homem já se vê como alguém morto, logo não tem medo e inclusive já espera a morte, logo isso deixa o protagonista muito mais assustador, mas se fosse para ser visto no cinema realmente não valeria o ingresso.

Agora pelo que vi será o filme lembrado como o da reabertura dos cinemas na Europa e Estados Unidos, uma ótima jogada da distribuidora. No mais, uma ótima aquisição da Amazon Prime.

Enfim, o trailer:

1 Comment

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: