Tuesday, October 19, 2021

Crítica | Atrás da Porta

A absoluta injustiça e violência de estado gravada e exposta para qualquer um ver em primeira mão. Atrás da Porta é documentário de 2010 que acompanhou alguns movimentos independentes de ocupação pelo centro do Rio. Estas imagens revoltantes mostram o quanto o estado está lutando entrincheirado contra a parcela da população mais pobre. Em toda a cidade, dezenas de famílias em extrema pobreza e sem moradia decente e fazem o que lhes é mais instintivo: ocupar.

A crise da moradia

Com centenas de imóveis inutilizados por conta de galopante especulação imobiliária, a cidade do Rio de Janeiro está em estado de crise de moradia faz anos. Mesmo com uma legislação que prevê uma função social, o Estado ainda se posiciona de forma contrária a essa benfeitoria. Então, o documentário Atrás da Porta literalmente se posiciona atrás das portas de algumas ocupações vivendo junto de várias famílias que tomam nas próprias mãos a luta por uma moradia honesta. Assim, vemos em primeira pessoa o drama que é se ser jogado na rua, vendo tudo o que é seu na sarjeta.

Primeiramente, o peso emocional de Atrás da Porta é colossal. A ideia de mulheres em resguardo com suas crianças de colo e sendo despejadas sem qualquer suporte já é revoltante, agora ver isso na sua frente é absolutamente asqueroso. Igualmente, podemos perceber o que o nosso dinheiro de impostos tem feito; nos deparamos com brutamontes carregando cassetetes jogando mulheres, idosos, crianças e trabalhadores no chão. Obviamente o diretor Vladimir Seixas pretende politizar com seu filme e isso ele faz de forma irreprimível. Assim, não é possível presenciar tais atos sem se compadecer daqueles na nossa frente.

A violência institucional

Se ver um despejo desprovido de respeito ser executado por um funcionário público bem pago já é no mínimo emocionante, presenciar uma ocupação é eletrizante. O cameraman está junto de várias famílias até a polícia militar se impor na sua costumeira brutalidade. Dessa forma acompanhamos por horas a alegria de encontrar um teto, o trabalho para limpar o espaço de moradia e a rotina de cidadãos que só querem um lar. Infelizmente (apesar de apoio popular e de promotores públicos bem intencionados) o estado se impõe, e faz isso com força quase letal.

Concluindo, é notável a noção que alguns entrevistados têm  da forma como o governo, a polícia e o mercado abusam do seu poder para o benefício próprio. O militar que espanca trabalhador sem teto está “cumprindo ordens”, o delegado que ameaça cameraman está “mantendo a paz” e o trabalhador explorado não pode reclamar. Uma das colocações mais potentes é a de uma militante que argumenta que a ditadura atacou a classe média e assim foi deposta, mas o mercado destrói o pobre (que não tem suporte) e isso são apenas negócios. Finalmente, a humanidade que Atrás da Porta demonstra é absoluta, e esse filme é justamente o que todos precisamos ver para levantar da apatia.

Afinal, você pode ver o filme gratuitamente aqui no Forumdoc.bh

Ademais, leia mais:

Está aberto o festival Forumdoc.bh com mais de 70 filmes gratuitos

30º Cine Ceará divulga programação presencial e virtual

O Caderno de Tomy | Filme retrata drama real de maneira objetiva

9.8
Atrás da Porta

Um dos documentários nacionais mais positivamente revoltantes já feitos

1 Comment

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: