Lost in Translation | Conheça o primeiro single do EP “Cinemúsicas”, de Marcelo Segreto

Marcelo Segreto é cantor, compositor e violonista. Idealizador do grupo Filarmônica de Pasárgada, iniciou sua carreira solo em 2020 lançando o EP “América, América”, que discute a situação política latino-americana de forma sutil e bastante sensível.

Segreto, que já trabalhou com nomes como Tom Zé, Guilherme Arantes, Zé Miguel Wisnik, Luiz Tatit, entre outros, lança agora o single “Lost in Translation”. A produção musical é de Marcus Preto e Tó Brandileone e participação de Tatiana Parra. Ouça aqui.

“Fazia tempo que queria compor canções inspiradas no cinema e acho que durante a quarentena tenho mergulhado mais nesse universo. Foi vendo e revendo filmes, lendo autores como o Ismail Xavier, cursando uma disciplina do audiovisual da USP e conversando sobre filmes brasileiros com Marcus Preto (diretor artístico e produtor do projeto) que comecei a me aprofundar mais nessa ideia que, ainda esse ano, vai virar realidade na forma de um EP, cada canção inspirada em um filme diferente”, revela Segreto.

Sofia Coppola

A nova faixa tem inspiração no filme homônimo de Sofia Coppola, que trata do amor, das dificuldades do encontro e da solidão. A princípio, é a primeira da série de canções tendo o cinema como base, as quais ganham lançamento no EP intitulado “Cinemúsicas”.

Aliás, Marcelo Segreto comenta sobre o enredo da música: “São temas muito significativos nesse nosso difícil período de isolamento social. Esse “estar no mundo” desencontrado das duas personagens interpretadas por Bill Murray e Scarlett Johansson e a sua procura pelo essencial da vida, o amor, são coisas muito presentes na nossa sensação atual do mundo”.

Enfim, “Lost in Translation” anuncia o EP Cinemúsicas, que virá no segundo semestre acompanhado de campanhas inventivas nas redes sociais e um videoclipe para cada faixa. Em seguida, o clipe de “Lost in Translation” tem lançamento previsto para 27 de maio. Enfim, ouça aqui.

Ademais, veja mais:

Balla e os Cristais | “O futuro é amalgamar numa nova cultura brasileira”
A atriz e cantora Luellem de Castro | “Feminismo é um conceito branco”
Rock não-binário. Mergener Mendes, Nove Zero Nove, fala sobre escolhas e transexualidade

Escreve o que achou!