Saturday, September 19, 2020

Mochilão Chile Bolivia Peru – Planejamento

Por Bárbara

Férias são de 30 dias normalmente… mas se você consegue emendar com o final de semana antes do início ou após o término das férias serão 32 dias! E foi isso que acabei fazendo 😀

Como sou bem fominha vou viajar no 1º dia de férias e chegar direto para trabalhar…
No caso, só trabalho na segunda as 16h e meu voo chega 12h. Descansar da viagem pra quê, né?

Em 2015 eu fiz um mochilão de uma semana no Uruguai que foi uma aventura e um pontapé inicial para outros mochilões que viriam no futuro.

Enfim, o futuro chegou! E o destino escolhido foi Chile, Bolívia e Peru, chegando por Santiago e voltando por Cusco.

chile-19

Depois de fazer uma pesquisa não muito profunda sobre o que fazer em Santiago decidimos por passar somente 1 dia e meio por lá – só porque eu não queria tirar Cajon del Maipo do roteiro. (Nota do Vivente: Barbara queria alugar carro para chegar em Cajon e voltar rápido,  mas o preço era absurdo e a convenci a fazermos outras coisas mais em conta).

Em seguida, um voo para Calama com destino ao deserto mais árido do mundo – o Deserto do Atacama. No planejamento destinamos 7 dias para conhecer suas principais e não tão badaladas atrações. Os dias seguintes também vamos passar num deserto… só que agora num deserto de sal – todo branquinho! – já dentro de território boliviano. Vamos para o famoso Salar de Uyuni. Uma aventura guiada por três dias deserto adentro – não há uma cidade base como o San Pedro do Atacama, cada noite você dorme em um “abrigo” diferente.

A dúvida no planejamento da viagem era se a partir do Salar seguíamos para o Peru ou se iríamos desbravar o território boliviano. Decidimos por explorar e acrescentamos 6 dias na Bolívia. Incluímos Potosi – com as minas de Cerro Rico; La Paz – para enfrentar o Downhill na estrada da morte (Nota do Vivente: convenci Barbara a não fazermos , passeio caro e perigoso!) e alcançar o Chacaltaya à 5.395 m; Copacabana – a margem do lago Titicaca, e a Isla del Sol.

O lago Titicaca fica entre a Bolívia e o Peru. A cidade da divisa do lado peruano é Puno, por onde conseguiremos chegar as ilhas flutuantes de Uros! \o/  (Fico louca pensando 8300 km² a 3821 metros acima do nível do mar, considerado o mais alto lago navegável do mundo).

De Puno iremos para Arequipa comer chocolate (rs) – descobri que vai gente do mundo todo lá para fazer curso de chocolate! Também está no roteiro o Canion del Colca e subiremos para Nasca para sobrevoar suas linhas misteriosas. :O

Depois de Nazca vamos para nosso último destino: Cusco (e redondezas).
Serão 7 dias na região e mesmo assim houve passeio que precisou ficar de fora por falta de tempo, como Choquequirao.
O que entrou: as ruínas Inca de Cusco, o passeio pelo Valle Sagrado e, para fechar com chave de ouro, a cidade secreta de Machu Picchu com subida ao Huayna Picchu 🙂

1 Comment

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: