Saturday, November 26, 2022

Orquestra Violões do Forte de Copacabana apresenta clássicos da MPB em concerto gratuito

No próximo dia 25 de junho, sábado, às 18h, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom promoverá sua primeira apresentação da nova temporada de concertos do ano de 2022 no Forte de Copacabana. Com um repertório que vai resgatar sucessos de grandes nomes da MPB como Milton Nascimento, João Donato e Edu Lobo, mesclados a novidades como versões da banda Melim, a Orquestra, que é formada por 25 jovens de baixa renda de diferentes bairros do Rio, será conduzida por Luiz Potter, que assina a regência e os arranjos. O concerto é gratuito e terá duração de 60 minutos.

Ainda estão no programa, releituras de Pee Wee Ellis, Pérez Prado, Ray Charles, Ataulfo Alves, Jorge Vercillo e Gleen Müller.

Após cinco anos, a Orquestra, enfim, contará com um patrocínio que lhe permitirá cumprir um circuito de apresentações até o fim de 2022, sendo um concerto gratuito por mês. Em 16 de julho, os jovens tocam no Rio Harp Fest com o duo paraguaio Alcides Sotelo e Alcides Sotelo Junior, violonista e harpista, respectivamente. E no dia 10 de agosto, se apresentam no Teatro Dulcina.

A OVFC existe há 11 anos e tem como missão impulsionar a carreira musical desses jovens, apresentando a música como um caminho para a profissionalização. Nos últimos cinco anos, para continuar existindo, o projeto contou com o apoio do Grupo Shalom e da Orquestra Shalom, que mantiveram o trabalho, além de patrocínio da Tijoá-Energia. A Orquestra também recebeu doações e iniciativas individuais para captação de recursos, como as de Márcia Albuquerque, que tornou-se madrinha do projeto.

“É uma grande alegria iniciarmos, enfim, nossas atividades oficiais com patrocínio via Lei Federal e Lei do ISS – Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Durante cinco anos, sobrevivemos a duras penas, em plena pandemia de covid-19. Mesmo assim, não paramos nunca e apesar das dificuldades, os jovens seguiram recebendo apoio e formação”, comemora a idealizadora e diretora artística do projeto, Márcia Melchior.

Além dos violões, a Orquestra Violões do Forte de Copacabana e Shalom reúne instrumentos como clarineta, flauta transversa, saxofone, trompete, trombone, teclado, percussão e bateria. O projeto é idealizado pelo Instituto Rudá, e conta como mantenedores o Grupo Shalom e CNOOC – China National Offshore Oil Corporation, e tem os patrocínios da TIJOÁ – Energia, Vibra- Energia, ONS- Sistema Nacional do Sistema Elétrico, Eletrobrás-Furnas, Instituto Cultural Vale, Prefeitura do Rio/Cultura.

A Orquestra Violões do Forte de Copacabana nasceu em 2011, inicialmente atendendo a jovens das comunidades do entorno do Forte. Em pouco tempo, o projeto amadureceu e hoje, aliado à Orquestra Shalom, atende a mais de 50 jovens músicos de bairros como Piabetá, Niterói, Nova Iguaçu, Nilópolis, Duque de Caxias, Santa Cruz, Itaguaí e Campo Grande. Os alunos ainda fazem aulas de inglês duas vezes por semana com o professor voluntário Nei Rocha.

“O objetivo da Orquestra é capacitar os jovens para que eles cheguem a ingressar em orquestras profissionais, em orquestras das Forças Armadas, e que tenham um caminho profissionalizante, graças à música. Felizmente, ao longo dos anos, diversos estudantes da Orquestra ingressaram em projetos musicais e culturais, na academia, alguns chegando mesmo ao doutorado. Essa é a nossa maior missão”, conclui Márcia Melchior.

SERVIÇO:

Orquestra Violões do Forte de Copacabana

Data: 25 de junho, sábado

Horário: 18h

Local: Forte de Copacabana – Praça Cel. Eugênio Franco, 1, Posto 6 – Copacabana.

60 minutos. Grátis. Livre.

Acesse o site oficial da OVFC: www.violoesdofortedecopacabana.com.br/

Ademais, leia mais:

Bárbara Silva lança a faixa “Mais Um Trabalhador”, com videoclipe
“Que Bom Te Ter Aqui”, single de Bárbara Silva faz parte de novo EP
Âmago | Bruno Ruy lança clipe de canção existencial

Escreve o que achou!