Saturday, October 1, 2022

Mostra de Cinemas Africanos lança Revista Crítica no dia 15 de abril

A Mostra de Cinemas Africanos lança no dia 15 de abril (sexta-feira) a publicação eletrônica Revista Crítica de Cinemas Africanos. Para sua estreia, foram reunidos cerca de 20 textos, entre críticas, ensaios e perfis, além de traduções para o português de publicações especializadas. O site também recupera entrevistas em vídeo feitas com cineastas africanos realizadas dentro da Mostra. O trabalho pode ser conferido em cinemasafricanos.com.br.

A compilação de textos revela a diversidade de estéticas, narrativas e estilos dos filmes africanos, tanto clássicos quanto contemporâneos. Muitos dos títulos analisados foram exibidos pela Mostra de Cinemas Africanos, como o ugandês “A Garota do Moletom Amarelo”, o nigeriano “Juju Stories”, e os quenianos “Softie” e “Supa Modo”. Outros longas disponíveis no Brasil, como o franco-senegalês “Atlantique” e o angolano “Ar-Condicionado”, também aparecem nas críticas. Filmes já considerados clássicos, como “África no Sena” e “Touki Bouki” também ganham destaque.

Diáspora

Espaço dedicado à cinematografia do continente africano e sua diáspora, a Revista Crítica surge com o objetivo de contribuir para a diminuição da invisibilidade destas produções nos circuitos de crítica e jornalismo cultural no Brasil.

“Consideramos a crítica um importante espaço de produção de conhecimento e de valor sobre produtos da cultura, e acreditamos que os cinemas africanos ainda carecem desse espaço especializado no Brasil”, avalia a pesquisadora baiana Ana Camila Esteves, editora do projeto.

Ela é curadora da Mostra de Cinemas Africanos e autora de outras publicações voltadas ao tema. “Produzir conhecimento sobre esses produtos é fundamental para localizar os cinemas da África no contexto do cinema mundial, criando espaços de discussão e debates, além de produzir memória sobre os filmes”, conclui.

Afinal, confira essa entrevista com Ana Camila sobre cinemas africanos:Convites

Foram convidados críticos de todo o Brasil, como Lorenna Rocha (BH), Gabriel Araújo (BH), Luiz Santiago (RJ), Juliana Costa (RS), e colaboração de pesquisadores como Letícia Santinon (SP), Analu Bambirra (PR) e Marcelo Esteves (RJ). Entre os convidados destacam-se nomes da Bahia, como Rafael Carvalho, Amanda Aouad, Wanderley Teixeira, Lucas Ravazzano, além das pesquisadoras Jusciele Oliveira, Laiz Mesquita, Evelyn Sacramento, Christina Mariani, Detoubab Ndiaye e Marcelo Ribeiro.

A estreia da revista online é acompanhada do relançamento do site memorial em homenagem ao professor Mahomed Bamba (1966-2015), pesquisador nascido na Costa do Marfim e que colaborou imensamente para as pesquisas sobre os cinemas africanos no Brasil e em língua portuguesa nos últimos 10 anos de sua vida. O memorial conta um pouco da sua história e reúne todas as publicações do autor, disponíveis para consulta.

Esse projeto foi contemplado pelo Prêmio Riachão – Projetos de Pequeno Porte, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, destinado pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Serviço

Lançamento online da publicação Revista Crítica de Cinemas Africanos

Quando: 15 de abril de 2022 | Gratuito

Site: cinemasafricanos.com.br

1 Comment

Escreve o que achou!