Monday, November 28, 2022

Saiba como foi a Rio Innovation Week 2022

Inovação para os negócios mais diversos, de tecnologia à saúde, passando por moda, música, esportes, meio ambiente, diversidade e agricultura. Para alguém que sente um bloqueio quando ouve metaverso, blockchain, NFT e afins foi uma experiência enriquecedora. Confira aqui o que eu vi e ouvi durante minha visita à Rio Innovation Week, que aconteceu de 08 a 11 de novembro, na Praça Mauá, Rio de Janeiro.

Esta foi a segunda edição da feira que foi reconhecida como o maior e mais completo evento de inovação e tecnologia da América Latina. Foram mais de 700 palestrantes, mais de 200 empresas expositoras, e mais de 70 mil pessoas circulando pelo local durante os quatro dias.

COLABORAÇÃO E INOVAÇÃO

Iniciei minhas andanças pela Rio Innovation Week 2002 (e olha que andei, viu?), no segundo dia da feira, assistindo à mesa O Poder das Redes Colaborativas, no palco Sociedade 5.0, com mediação de Jaci Tadeu (CEO da Sisen). O empresário carioca Vinicius Marçal (A2 Inov) apresentou a fazenda vertical GreenVitta, startup fruto da união entre a plataforma OBR Global A2 e a Equilibrium.

A GreenVitta produz alimentos indoor, em ambientes controlados, não utiliza solo e agrotóxicos, além de gerar economia de até 95% de água. A primeira fazenda vertical está localizada em uma escola em São Paulo e serve de base alimentar para os alunos. Já no Rio de Janeiro, ela aportou voltada para o desenvolvimento de pesquisas de inovação e ciências, também em uma escola.

“Redes colaborativas trazem o conhecimento empírico, geram negócios confiáveis e de lucro efetivo”, destacou Marçal, que é um dos fundadores da A2 Inov, HUB de inovação independente do Rio de Janeiro com foco no mercado global. Para sua apresentação, levou importantes conceitos sobre colaboração, liderança plena, cultura empresarial e negócios ágeis.

“Usamos a criatividade junto ao alto poder de execução, trabalhando a liderança plena, estruturada, os negócios ágeis e pensando o indivíduo antes do financeiro. A transformação cultural é onde temos que colocar mais energia, gerando responsabilidade individual e sentimento de pertencimento”, Vinicius Marçal (A2 Inov)

Na mesma mesa, que abordou conceitos de smart cities (cidades inteligentes), o empresário Bruno Lessa (Fábrica Digital), apresentou o aplicativo colaborativo meubairro.rio, sobre serviços e entretenimento. “O brasileiro é mais individualista, menos espontâneo para engajar, porém, usa muito as redes sociais, então esse é o caminho”, analisou Lessa.

MÚSICA

No espaço Music Forward, o CEO do Rock in Rio, Luis Justo contou sobre o processo de construção de experiência do festival para a jornada do cliente. “Não olho para outros festivais, me inspiro na Disney, é importante olhar para outros nichos para inovar. E o nosso negócio é criar experiências inesquecíveis”, disse Justo.

ESPORTE

Na Arena HUB, assisti à apresentação de Joaquim Monteiro, CEO do Rally dos Sertões, que trouxe os bastidores deste que, na edição 2022, tornou-se o maior rally do mundo. Uma mega estrutura para percorres o Brasil de norte e sul, gerando impacto econômico e social por onde passa.

O Rally dos Sertões leva a cada cidade duas mil pessoas, 800 veículos, cinco aeronaves, duas carretas médicas e uma carreta com estrutura de TV, injetando R$ 1 milhão por dia na economia local.

“O evento mostra um Brasil que os brasileiros não conhecem, mostra a vida como ela é no interior do país, e é isso que queremos, dar visibilidade a essas peculiaridades”, Joaquim Monteiro, CEO do Rally dos Sertões.

MODA

Com Joy Pires (Metaverso Fashion Talks), Rodrigo Ferraz (BR Immersive Fashion Week) e mediação de Monica Pereira (Love4uAcademy), a mesa Mercado de Moda no Metaverso mostrou como a inovação e novas tecnologias têm impactado e trazido possibilidades para esse mercado. Diminuição de desperdício de papel e tecido, consequentemente mais praticidade e sustentabilidade são os diferenciais para a indústria de moda, que é a segunda mais poluente do mundo. “Com a compra de peças de roupas em formato digital diminuímos o consumo, gerando opções para editoriais de moda e produção de conteúdo de influencers, por exemplo”, Joy Pires.

EMPREENDEDORISMO FEMININO

Pela Rio Innovation Week, 2022 conheci a Bruna Soares (COO) da Única Entrega, uma empresa de entrega formada 100% por mulheres, sediada em Curitiba e que está em expansão para o Rio de Janeiro e São Paulo.

“Nosso trabalho é proporcionar ao cliente a melhor experiência de recebimento de encomendas”, Bruna Soares (Única Entrega)

Ademais, leia mais:

Crítica | ‘O livro dos prazeres’ é adaptação sensível e certeira de Clarice Lispector

Crítica ‘Argentina, 1985’ | Um filme essencial

Resenha | As 79 Luas de Júpiter

Escreve o que achou!