Saturday, January 16, 2021

Anavitória abre 2021 com ‘Cor’ e participações de Rita Lee e Lenine

A virada de ano sempre nos remete a reflexões, a crença de um mundo melhor e a esperança de algo novo. Com a chegada de 2021 quem trouxe esse frescor musical foi o duo Anavitória. A dupla formada por Ana Caetano e Vitória Falcão lançou à meia-noite do dia 1º de janeiro, o quarto álbum da carreira. Com 14 faixas, ‘Cor’ deixou muitos fãs que esperavam apenas um single bastante surpresos e felizes com a novidade. O álbum traz com suavidade, além do clássico violão, sintetizadores, percussão, baixo, bandolim, saxofone, trombone e até assovios. 

Anavitória, Rita Lee e o desejo pela liberdade

Um dos pontos que logo chama a atenção em ‘Cor’ é a participação de Rita Lee que comenta sobre o passado e o desejo pela liberdade na primeira canção, ‘Amarelo, azul e branco’ que é composta pelo duo. Ambas falam sobre a força e a importância de não temer. Elas trazem o desejo mútuo de cantar e dizem que a voz é império e também proteção. Nela, a rainha do rock nacional conta: “Ao meu passado eu devo o meu saber e a minha ignorância, as minhas necessidades, as minhas relações, a minha cultura e o meu corpo. Que espaço o meu passado deixa para a minha liberdade, hoje? Não sou escrava dele”. 

Ana Caetano compôs as 14 faixas

Ana Caetano segue rascunhando as suas canções, neste disco ela assina todas as músicas. Algumas em parceria como “Selva”, com Tó Brandileone; ‘Te procuro’ com Nina Fernandes e Saulo; ‘Carvoeiro’ com Deco Martins e ‘Tenta Acreditar’ com João Ferreira. A dupla também lançou clipes em seu canal do YouTube com uma fotografia belíssima. Eles são suaves, graciosos, com muita transparência e prazerosos de assistir. A ambientação foi muito bem pensada e executada, e ainda possui uma fotografia que é capaz de transportar quem o assiste para a cena. Anavitória mostra neste trabalho, o talento em múltiplas áreas. Além de interpretarem as canções, elas as encenam e fazem a direção geral do projeto ao lado do produtor, Felipe Simas, que administra a carreira da dupla.

‘Cor’ termina com a participação de Lenine na faixa ‘Lisboa’, composta por Ana e Paulo Novaes. O vídeo publicado mostra o duo com imagens do cantor projetado ao fundo, finalizando da melhor maneira possível. A produção musical também leva o nome de Ana Caetano em parceria com Tó Brandileone. Tó produziu em 2019 o último álbum da dupla com canções de Nando Reis, ele também é um dos integrantes da banda 5aseco. 

Ademais, leia mais:

Mariana Cavanellas lança clipe que retrata solidão de uma mulher

Onde? | Álbum de Chico Chico e Fran nos faz parar no tempo para ouvir

Crítica | Anitta Made in Honório, do subúrbio carioca para o mundo passando na Netflix

Escreve o que achou!