Saturday, October 23, 2021

Crítica | Anitta Made in Honório, do subúrbio carioca para o mundo passando na Netflix

Anitta Made in Honório. Acho que não tem uma pessoa nesse país que não tenha pelo menos ouvido falar na Anitta, gostando ou não, midiaticamente falando ela é a maior artista do país. Pensar na Larissa como mulher, empresária, marketeira, influenciadora e mais umas 15 coisas que ela faz por dia nos faz admirar e pensar em locais que jamais foram explorados.

Anitta é um personagem, isso já era claro, mas a série consegue mostrar que há duas pessoas em uma e que as duas são admiráveis. Poucas pessoas tem a estratégia que ela tem com a própria carreira. Eu arrisco dizer que poucas vezes vi uma artista tão empresária na vida.

Recomendo assistir para quem é artista ou que gosta de saber dessas coisas. Contudo, principalmente para quem quer aprender que ser artista é muito mais do que o palco, do que a parte da criação das músicas ou elaboração de um álbum, tem toda a criação de personagem, os shows e o marketing.

Gurgel

Anitta Made in Honório é uma aula de produção, uma motivação para as pessoas lutarem pelos seus ideias, e mostrar que sendo visionário e destemido você consegue alcançar grandes coisas.

A série mostra bastidores de shows, criações de campanhas, videoclipes e muito mais. Garanto que você vai sair com a motivação de mudar o mundo, com uma admiração muito maior por essa mulher e pelo que ela fez e faz pelo movimento funk e pela música brasileira no mundo.

Enfim, depois dessa série, apenas espero que apareçam novas Anittas, novas mulheres dominando e novas pessoas com essa força pra dominar a cena. Por fim, aguardo ansiosamente a Anitta empresária lançando novos talentos.

Ademais, veja mais:

Aliás, confira a voz feminina representada em 7 HQs
Crítica | Mulher-Maravilha 1984, o Retorno da Rainha e as pessoas extraordinárias
Rio Music Market mostra importância do empresário artístico

 

Escreve o que achou!