Thursday, October 6, 2022

Atos Apócrifos de João | Obra resgata relatos das primeiras comunidades cristãs

Dando sequência à coleção Apocrypha, a PAULUS Editora lança a obra “Atos Apócrifos de João”, escrita por Jonas Machado. Composta por três partes, divididas em 16 capítulos, a publicação apresenta ao leitor um trabalho de recuperação dos textos que compõem os Atos dos Apóstolos Apócrifos.

A princípio, segundo o autor, estes escritos ilustram a complexidade dos modos como o cristianismo se desenvolveu ao longo do tempo. Contudo, os apócrifos não representam a história em sua totalidade – assim como as fontes clássicas também não dão a compreender o todo. Por muito tempo, os livros conhecidos como “apócrifos” ou “pseudepígrafos” foram considerados pela Igreja como “falsos” ou “heréticos”, fato que contribuiu para que muitos destes escritos se perdessem com o passar do tempo, restando fragmentos que hoje, após muitos estudos, compõem essa obra.

Além disso, segundo a publicação, é possível que os Atos Apócrifos de João e os Atos dos Apóstolos Apócrifos tenham surgido nos séculos II e III d.C.. Os Atos Apócrifos de João correspondem a uma das cinco obras mais bem inter-relacionadas entre si e abordam temas como: insistência no homem interior; perdão divino aos pecados anteriores; firmes na fé; grandezas e maravilhas de Deus; conversão e arrependimento do homem; Cristo como médico que cura gratuitamente; a compaixão perfeita; entre outros. Os temas relacionados também aparecem nos Atos Apócrifos de Pedro e nos Atos Apócrifos de Tomé.

Propagação

De acordo com o autor, os Atos Apócrifos de João caracterizam-se por um estilo propagandista ou evangelista, manifestando o desejo de propagar uma fé religiosa com tendências próprias, porém sem profundas reflexões teológicas.

“Estão presentes muito mais os milagres como autenticadores da veracidade da fé proclamada, do que a tentativa de convencimento por argumentos teológicos ou filosóficos”, explica o autor.

Aliás, segundo ele, o aspecto doutrinário do texto fica em segundo plano diante das narrativas dos feitos milagrosos do apóstolo.

Por fim, em “Atos Apócrifos de João”, o leitor poderá encontrar belíssimos relatos sobre os apóstolos, as primeiras comunidades cristãs, como elas se relacionavam, os problemas e, sobretudo, a ação dos apóstolos para propagar a fé, além dos inúmeros milagres narrados. Os textos estão divididos entre a tradução dos relatos principais (18 a 37; 87 a 105; 37 a 86 e 106-115) e relatos secundários (João e a perdiz; Atos de João na cidade de Roma; Papiro Oxyrrinco 850; Liber Flauus Fergusiorum); as três citações dos fragmentos da carta de Pseudo-Tito, além de uma abrangente introdução, que aborda o contexto canônico; aspecto literário e retórico; aspecto doutrinal e circunstâncias de composição dos Atos Apócrifos de João.

Ficha Técnica

Título: Atos Apócrifos de João
Autor: Jonas Machado
Coleção: Apocrypha
Acabamento: Brochura
Formato: 13.5 (larg) x 21 (alt)
Páginas: 114
Área de interesse: Bíblica
Saiba mais: https://bit.ly/3JnhVed

Ademais, veja mais:

Resenha | ‘Coliseum’, um confinamento caótico nunca visto antes

Em seguida, confira 6 dicas de livros que levam esperança para 2021

Entrevista com o escritor Juan Molina Hueso | ‘Ansiedade é pecado no sentido de falta de confiança, incredulidade’

Escreve o que achou!