Consumidores buscam produtos orgânicos, confiabilidade e ética

Produtos Orgânicos? Já houve um tempo em que nós acreditávamos de forma cega na fabricação de produtos, ou que não dávamos a devida importância para o plantio e colheitas dos insumos que geram os itens finais que compramos. Mas, como tudo evolui, os consumidores também e, com isso, passamos a exigir da Indústria de Alimentos e Bebidas mais transparência, ética e sustentabilidade nos negócios.

A prova disso é que, de acordo com a Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis), no primeiro semestre de 2020, a venda de produtos cresceu mais de 50% no Brasil.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a produção orgânica nacional vem crescendo mais de 20% ao ano e o consumidor está disposto a pagar mais por esse diferencial.

Os números em alta mostram que estamos falando de um mercado que exige necessidades, oportunidades e, principalmente, inovação. O que isso quer dizer? Que vários outros aspectos estão sendo valorizados nos produtos pelos consumidores.

Brasil Food Trends

Segundo o relatório Brasil Food Trends 2020, há um forte direcionamento para o consumo de produtos seguros e de qualidade atestada, que passam mais confiança ao cliente. Além disso, as tendências de alimentação estão pautadas em cinco pilares:

1. Sensorialidade e Prazer / 2. Saudabilidade e Bem-estar / 3. Conveniência e Praticidade / 4. Confiabilidade e Qualidade / 5. Sustentabilidade e Ética.

Isso mostra que a sociedade está cada dia mais consciente, buscando por informação e preocupando-se com questões sobre procedência, credibilidade, selos de qualidade e garantia de origem. A partir do momento que passou a ler rótulos, aprendeu a valorizar o controle de riscos e boas práticas sociais e sustentáveis, com produtos que promovam saudabilidade e bem-estar.

Nesse sentido afirmo que, os consumidores atuais se preocupam com o meio ambiente e procuram por mercadorias e empresas que contribuam para um mundo melhor, com ações como a redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE) e de carbono, a ausência de testes ou maltrato aos animais, o uso de práticas de reciclagens, além de um trabalho direto com pequenas comunidades rurais ou em locais remotos da biodiversidade brasileira.

Economia Circular

Como gerente comercial da Concepta Ingredients, unidade do Grupo Sabará, digo com orgulho que nossa empresa é totalmente alinhada com práticas sustentáveis, visando minimizar sua pegada. Trabalhamos ativamente por práticas como economia circular, reuso de água e conservação da flora e fauna local, além de ter sido a primeira indústria do setor químico da América Latina a emitir títulos verdes.

Quando o assunto é alimentação, o relatório explica que a tendência de saudabilidade e bem estar tem gerado a necessidade de adaptações nas empresas do setor, de forma a suprir à crescente demanda por uma alimentação mais saudável, contemplando o valor nutricional, calórico das refeições. Como fornecedor do setor de alimentos há mais de 20 anos, nossa missão é entregar ingredientes criteriosamente selecionadas para atender as indústrias do setor que buscam produtos inovadores, saborosos, sustentáveis e funcionais.

Hoje produzimos por exemplo, a linha de Açúcares Líquidos Orgânicos (mascavo e demerara), com ingredientes que não possuem qualquer tipo de aditivos químicos, componentes artificiais ou agrotóxicos. O açúcar mascavo, por exemplo, não passa por nenhum tipo de refinamento, preservando assim os minerais e fitoesteróis provenientes da cana-de-açúcar. Já o açúcar demerara é menos refinado que o açúcar padrão, assim, garante a presença dos nutrientes da cana de açúcar.

Produtos orgânicos

Oferecemos também a Linha de Óleos Vegetais como óleo de Castanha-do-Brasil, Coco Virgem, Coco Licuri, Sacha Inchi, Babaçu Tostado, Maracujá e óleo de Açaí, que são livres de aditivos químicos ou solventes e podem ser utilizados nas mais diversas aplicações das indústrias, desde pães, bolos, doces ou mesmo o uso direto em saladas.

Hoje posso dizer que, mais do que garantir o comprometimento com a melhoria contínua dos processos e produtos, a nossa expectativa de crescimento de produção plant based é de, ao menos, 20% para os próximos anos. E não para por aí. Com o Programa de Valorização da Sociobiodiversidade, oferecemos ingredientes orgânicos e exóticos, apoiados na capacitação de famílias e conservação de áreas de risco ambiental em diferentes biomas do Brasil evitando o desmatamento. Assim, já podemos comemorar a conquista de ter 69 comunidades envolvidas diretamente no processamento e coleta das cadeias de valor, conservando 875 mil hectares de floresta.

Estes exemplos são apenas para mostrar que todos nós temos muito para aprender e quem tem nos ensinado isso são os próprios consumidores. É nosso dever entregar ingredientes de qualidade pautados pela ética e responsabilidade. Devemos trabalhar arduamente para unir inovação, saúde, bem-estar e sustentabilidade para conquistar a satisfação do cliente, atendendo às suas necessidades e expectativas. E, por fim, é preciso estar atento. As indústrias que não trabalharem de acordo com os movimentos de “sensorialidade e prazer”, “saudabilidade e bem-estar”, “conveniência e praticidade”, “confiabilidade e qualidade”, “sustentabilidade e ética” serão descartadas ao longo do tempo.

*Texto de Lilia Kawazoe, gerente comercial da Concepta Ingredients, unidade de negócio do Grupo Sabará, que possui um vasto portfólio com diversas opções de produtos orgânicos para o setor de alimentos, entre eles, a Linha de Ingredientes da Biodiversidade Brasileira e Ingredientes Orgânicos.

Escreve o que achou!