Saturday, November 26, 2022

Cordões e Pisantes | Veja o novo clipe do Posada inspirado em HQ de Richard McGuire

O clipe “Cordões e Pisantes” do cantor Carlos Posada já está no ar. A canção ganha lançamento em parceria com o Selo Porangareté, em todas as plataformas digitais, no próximo dia 10 de junho. A arte de capa é de Camilo Solano.

A inspiração para a produção veio da HQ “Aqui”, de Richard McGuire. Dessa forma, o clipe entrelaça três histórias separadas pelo tempo, todas confinadas no mesmo espaço: a sala de uma casa.

“Foi um desafio criar essa narrativa visual para uma canção tão sensível, mas conseguimos tocar no mesmo lugar: a importância das conexões humanas”, explica Felipe Bibian, diretor do clipe.

Rimas

Além disso, Mateus Lana, roteirista, adiciona: “Sem que os personagens saibam, suas vidas conversam, rimam e se opõem, aproximando destinos e fragmentando o aqui e o agora”.

Posada traz em “Cordões e Pisantes” um passeio por memórias, um abraço aos símbolos que transcendem geografias e afetos. A faixa produzida por Bruno Giorgi dialoga com a composição, e essa conversa ganha corpo e pluralidade no clipe lançado.

Aliás, confira o papo que batemos com o músico e siga lendo:

A faixa é uma composição do próprio cantor e conta com os violões de Lenine e o baixo de Bruno Giorgi e embala o clipe inovador. Cordões e Pisantes foi gravado por Lucas Campelo no Estúdio Zona Noise em Miguel Pereira no interior do Rio de Janeiro e por Bruno Giorgi no estúdio “O Quarto” no Rio de Janeiro.

Cantor, letrista e compositor brasileiro, Posada já lançou três álbuns e dois EP’s. Teve canções gravadas por vários artistas, como Juliana Linhares, Lenine, Duda Brack, Aíla, Chico Chico, Júlia Vargas, Ana Cañas entre outros.

Link do canal do artista no Youtube: https://www.youtube.com/c/posadaeocla;

Link de Pré-save do Single: https://bfan.link/cordoes-e-pisantes

Enfim, veja o clipe:

Ademais, veja mais:

Balla e os Cristais, nova onda do Rock Brasileiro | “O futuro é amalgamar numa nova cultura brasileira”
Em seguida, saiba mais sobre a cantora Agatha, considerada a Janis Joplin brasileira
Enfim, Camarada Matagal viaja “Entre os Vivos e os Mortos” em álbum místico psicodélico

Escreve o que achou!