Wednesday, November 25, 2020

O Começo da Vida 2: Lá Fora | Documentário explora a relação entre criança e meio ambiente

12 de novembro estreia na Netflix O Começo da Vida 2: Lá Fora, o novo documentário da franquia iniciada em 2016. Neste sequel, a primeira infância é o foco e busca aprofundar a importância do contato da criança com o ambiente externo para o seu desenvolvimento em amplas instâncias. Para isso, há pilares centrais debatidos que são a cidade, a escola, o corpo e o meio ambiente.

Produzido pela Maria Farinha Filmes e dirigido por Renata Terra, o documentário acompanha a relação entre a criança e o meio externo em quatro países: Brasil, México, Peru e Chile. Com uma gama de especialistas, em aproximadamente 1h30, mergulhamos em reflexões sobre como tornar as crianças mais próximas da natureza e menos afetadas pela modernidade vigente.

Independência infantil

Como seres curiosos, exploradores e questionadores, as crianças precisam descobrir e interpretar por si só o que as cerca. Essa independência é amplamente estimulada pelos profissionais entrevistados. Segundo eles, em algum momento de nossas vidas, houve uma massificação da ideia de que a natureza é suja e perigosa e muitos cuidadores tendem a “proteger” seus filhos de um contato mais próximo a ela.

Assim, subir em árvores, mexer na terra, brincar com bichos, se sujar, se machucar etc. tornaram-se o tormento de qualquer cuidador. Me diz quem nunca foi repreendido pelos pais por fazer essas peripécias? Porém, os especialistas afirmam: quanto mais deixar a criança livre para esgotar um ambiente verde, mais ela cria um sentimento de igualdade entre os seres e estimula sua criatividade. Então, adultos, deixem a criançada ser criança!

Escolas sem verde?

O elenco de especialistas problematiza o espaço escolar brasileiro carente de áreas verdes, principalmente em áreas socioeconomicamente prejudicadas. O ambiente escolar é onde a criança aprimora sua sociabilidade e também sua relação com o mundo. Ainda que na sala de aula haja um universo de caminhos a serem explorados, é no exterior que a criança é posta à prova. Há estudos que apontam que atividades ao ar livre motivam a atividade física, a exploração e a coordenação motora infantil.

Então, como trazê-la para perto da natureza se a estrutura física escolar é quase como uma prisão, em sua maioria? O documentário traz à luz essa discussão e fortalece a importância de que ter verde nas escolas é tão essencial quanto ter água e luz.

Outro ponto a destacar-se na fala dos entrevistados é o benefício à saúde mental. Desse modo, o bem-estar que o contato com a natureza traz para as crianças permite que elas relaxem, se divirtam e voltem para a aula com a mente mais tranquila e renovada.

Tecnologia x ar livre

Uma concorrente de peso que disputa – e muita das vezes ganha – a batalha contra atividades ao ar livre é a tecnologia. Aliada da vida corrida da urbes, as mídias prendem a atenção das crianças, que encontram-se muito disponíveis para elas. Somado a isso, os centros urbanos e a violência privam-nas de viver a céu aberto. Logo, quanto mais tempo passam sentadas inertes com os olhos numa tela digital, menos estão trabalhando seus corpos e estimulando seu cérebro a situações desafiadoras.

Assim, o longa faz um convite a repensar sobre essa condição inerte da criança e de que maneira os pais podem reverter esse quadro, promovendo o experenciar de atividades diversas ao ar livre. Sara, uma das crianças entrevistadas, chama atenção ao dizer: “Quando eu tô em casa só tem televisão pra assistir e, assim, é chato só ficar vendo televisão.” Concordo com você, Sara.

Cuidar da natureza nunca sai de moda

Por fim, o futurismo sempre foi vislumbrado como tecnológico, com carros voadores, telas, antenas e aparatos para facilitar nossa vida. Um mundo etéreo, prateado e urbano. Por que uma versão de mundo em progresso e futurista não seria verde? Um apelo que O Começo da Vida 2: Lá Fora reforça é o que já sabemos, mas que nunca é demais falar: cuidemos do meio ambiente! Natureza não é uma entidade à parte. Nós também somos integrantes desse sistema e precisamos preservá-lo e transmitir esse pensamento pras crianças. Trazer os pequenos mais próximos do verde e cuidar dele é o recado.

Ademais, confira o trailer:

Veja mais:

Yasuke | Netflix anuncia anime de samurai negro africano

Utopia | Conheça a série sobre um vírus matador e a HQ ‘Distopia’

Brazil Cinefest ganha edição especial on-line gratuita 

 

1 Comment

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: