Cidade Invisível | O folclore brasileiro na Netflix , o retorno do Saci e a Lapa mística

“Cidade Invisível” é a nova série da Netflix Brasil, que exalta nosso folclore e misticismo. Carlos Saldanha, o mesmo diretor de “A Era do Gelo” estreia sua primeira produção Netflix e live-action. A trama conta a história de Gabriela (Julia Konrad)  e seu marido Eric (Marco Pigossi). O início do primeiro episódio já começa com um assassinato e Eric se vê em uma investigação com toques bem sobrenaturais do nosso folclore. Inês (Alessandra Negrini) é uma bruxa e dona de bar nas horas vagas e entrará na historia com uma relação conturbada com Eric.

“Cidade Invisível” é uma séria bonita visualmente, que tem a cara do país e altamente exportável. É bem intrigante pensar que nos conectamos normalmente mais com folclores externos do que com nossa própria história. Ademais, acredito que poderá ser um grande sucesso fora do país. Porém, pelo Brasil, creio que as pessoas vão principalmente não sentir tanta tensão pelo clima divertido em sua maioria das vezes.

Cadê o Saci?

Ter figuras místicas como Boto, Saci, Iara, Curupira e tantos outros é muito bom, principalmente porque acredito que após algumas gerações, perdemos essas histórias e depois dos anos 90 pouca gente conhece realmente a fundo nosso folclore, quiçá antes disso até. Claramente também não é uma série para crianças, mas cabe perfeitamente para adolescentes.  Permita-se crer na narrativa e afundar na história e ela pode reservar surpresas.

Escolheram bem o elenco, o qual segura com eficiência a narrativa. Em especial as filmagens na Lapa, Rio de Janeiro, me trouxeram uma nostalgia. A princípio, vivi por anos indo ao local e sei que o misticismo de lá é realmente intrigante (quem já foi na Lapa sabe, e quem não souber procure histórias sobre). Às vezes algumas ações são caricatas, mas no geral  conseguimos comprar a ideia,  a trilha sonora é um show a parte com músicas folclóricas, funk, diversidade brasileira na veia.

No ano passado, na minha concepção, a série brasileira de destaque foi “Desalma”, da Globoplay (crítica aqui)  Seria “Cidade Invisível” a série brasileira de 2021 ou é muito cedo? Acha que vai fazer sucesso e levar nosso nome para fora do país como 3%?  Só o tempo dirá. O que você me diz? Comente abaixo!

Aliás, se liga no trailer:

Ademais, veja mais:

La Révolution | Conheça a mistura de “Supernatural” com a revolução francesa

Bárbaros | Epicidade e drama cativam na série original Netflix

Por fim, Cidade dos Mortos | Série russa explora cenário apocalíptico

6 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: