Monday, September 26, 2022

Crítica | Predestinado: Arigó e o Espírito do Dr. Fritz

A história de um homem simples, mineiro, que recebia o fantasma de um médico alemão e curava pessoas. Essa é a base de Predestinado: Arigó e o Espírito do Dr. Fritz que estreia em 1º de setembro no Brasil, país que mais tem adeptos da religião espírita. Aliás, esse tipo de filme focado no espiritismo já pode ser tido como um gênero do cinema nacional, tendo sucessos como Nosso Lar e vários baseados no médium Chico Xavier.

Zé Arigó ganha vida no longa através do ator Danton Mello, em boa atuação, expressa principalmente nas mudanças faciais e comportamentais que ocorrem quando recebe o espírito do Dr. Fritz. O drama começa até parecendo que é filme de terror, numa bela introdução onde o médium entra sorrateiro, surge como sombra, para fazer uma cura.

Sob direção de Gustavo Fernandez, diretor-geral da novela “Pantanal”, exibida na Rede Globo, o longa é bem produzido e procura usar planos detalhes e closes para impressionar o espectador. Os olhos, as “janelas da alma”, são destaque constante. Há momentos assustadores e até perturbadores, úteis para a obra, pois o que o homem na vida real fazia gerava tais emoções. A direção de fotografia de Uli Burtin auxilia nessa aura de mistério.

Roteiro

O roteiro cria um antagonismo claro entre a igreja católica e o médium, exposta pelos embates entre Padre Anselmo (Marcos Caruso) e Arigó. Além disso, aborda questões como falsos profetas e as relutâncias do protagonista em aceitar sua missão, assim como o sofrimento de seus familiares, que acabam ficando em segundo plano. Tal situação fica mais explícita no bom trabalho de Juliana Paes como Arlete, esposa de Arigó, mulher abnegada que não abandona o marido e segue seu ofício de costureira.

A roteirista Jacqueline Vargas fez entrevistas com familiares do médium e pesquisou fontes diretas e livros, sendo o principal Arigó: O Cirurgião Da Faca Enferrujada, escrito pelo jornalista e escritor inglês John G. Fuller.

Por fim, a distribuição é da Imagem Filmes com produção pela Moonshot Pictures, de Roberto d’Avila, FJ Produções, de Fabio Golombek e The Calling Production, de James Guyer, e coproduzido pela Paramount Pictures e Camisa Listrada BH. No ótimo elenco, estão ainda Alexandre Borges, como o deputado Lúcio Bittencourt, Marco Ricca, como o juiz Barros, Cássio Gabus Mendes, como Cícero, João Signorelli, como Chico Xavier, e James Faulkner, em uma participação especial como Dr. Fritz.

Afinal, veja o trailer:

Ademais, veja mais:

Preto de Azul | Samba jazz que une Brasil e Cabo Verde está nas plataformas digitais

Arigó e o Espírito do Dr. Fritz | Livro conta a trajetória do médium que curou milhares

Meditação | Confira várias dicas para meditar mais e melhor

Escreve o que achou!