Saturday, September 26, 2020

Travis Scott Voando Alto na Netflix

Travis Scott Voando Alto foi lançado faz um tempo, em 2019 para ser mais preciso, mas somente agora resolvi ver. A princípio, sempre me interessei pelo mundo do Hip Hop. Aliás, não me recordo muito bem quando isso começou, mas sei que foi comprando uns DVDs que aqui no Rio de Janeiro são chamados de VIDEO TRAXX. Na época era como conseguíamos ver os clipes dos artistas, ali eu gostei da estética, da rebeldia, da batida – basicamente de tudo.

Travis Scott é um artista da nova geração. Ele assinou seu primeiro grande contrato em 2012. Porém, só em 2015 teve seu primeiro sucesso com “Antidote”. Particularmente, não o escutei até “Astroworld”, o qual realmente foi “O” álbum da sua carreira (até então né, quem sabe não terão outros). Inclusive, penso que ele equivale para os jovens o que foi para mim 50 cent, ou seja, ouvi-lo mudou minha visão musical. 

Conexão com o público

Falando do Travis, a conexão dele com o público e como mostra que as pessoas são importantes no show, passa de apenas uma interação, para realmente mudar a vida de alguém. Uma lição muito importante fica disso, a importância da cultura pop para as pessoas. Certamente, hoje arrisco dizer que elas moldam quem você pode ser muito mais que a escola, pois você se identifica com a personalidade, com as questões sociais e, falando principalmente de arte, existe uma energia, que só quando você entende o que é ser fã, entende que uma frase cantada ou numa poesia, pode ecoar na mente de uma pessoa pra sempre. Ou seja, uma atitude de um ídolo pode influenciar toda uma geração.

Falando ainda do documentário Travis Scott Voando Alto, vemos a construção de “Astroworld”. Como foi o processo criativo, e como é realmente um processo desgastante e artístico, não é só o beat, tudo precisa se encaixar, e isso é arte pura, queira você ou não. Isso também retrata uma identidade muito forte entre obra e criador. A saber, “Astroworld” era o nome de um parque de diversões que Travis ia muitas vezes quando criança, e que fechou. Anos depois ele fez um festival bem em frente ao antigo parque. Ver o filme que deve passar na cabeça dele é incrível, assim como ver a parte também de produção, como ele não pensa apenas como artista, mas que também pensa nos detalhes, como iluminação e coisas do tipo. Faz muito sentido chegar na excelência de show que chegou.

Convicções

Interessante ver as pessoas reprovando decisões dele, e apesar disso, ele seguiu com suas convicções. Há pessoas que achariam esnobe ou apenas ego, contudo, eu diria que isso é convicção no que acredita, e isso te põe totalmente fora da curva. 

Resumidamente, Travis Scott Voando Alto é uma história muito inspiradora, misturando passado e futuro, mostrando altos e baixos, e mostrando que você deve continuar com suas convicções sempre. Recomendo! 

Ademais, veja mais:

Trap de Cria | Documentário mergulha na cena trap carioca e dá voz às comunidades
No Dia Internacional da Dança, apenas dance | e leia
Dançarina Faby TiZee | “Você passa a enxergar todo o desempenho e técnica envolvida durante a apresentação”
8
Travis Scott: Voando Alto

Voe pelo Hip Hop e pelas convicções de um homem na sua arte

Escreve o que achou!