Wednesday, September 28, 2022

Dossiê Flordelis: Ascensão | Caso vira livro através de jornalista investigativa

Dossiê Flordelis: ascensão é o título do primeiro volume da obra literária que narra a história da ex-deputada Flordelis dos Santos Souza, acusada como mandante do assassinato de seu próprio marido, o pastor Anderson Carmo de Souza, em 2019.

A autoria é de Fernanda Piacentini, jornalista investigativa que acompanhou o caso de perto e obteve informações inéditas, que estão na obra. O livro está em processo de editoração e com lançamento previsto para dezembro pela OIA editora. A publicação será em dois volumes e está em pré-venda por financiamento coletivo, tendo conquistado em pouco tempo um grande número de apoiadores. O segundo volume, que dá continuidade à história a partir do julgamento da pastora, sairá em 2023.

Poeira escondida

Desde a morte do pastor Anderson Carmo, muito se falou sobre o caso e seus desdobramentos, especialmente quando Flordelis, esposa da vítima, passou a ser investigada como principal suspeita do crime.

Porém, Piacentini, ao acompanhar as investigações da polícia, teve acesso a fatos inéditos e estarrecedores sobre a vida da pastora – como o relato de que Flordelis, conhecida como a mãe de cinquenta, teria arremessado uma panela de pressão na cabeça de um dos filhos. A autora irá trazer à tona detalhes assutadores dessa história inacreditavelmente real.

Contudo, seria, a pastora Flordelis, realmente culpada? Embora ocupe o papel de grande vilã, ela poderia ser também vítima. Essa é só uma das muitas interpretações que se pode fazer dessa história repleta de contradições. Uma vez que a carreira religiosa, musical e política da ex-parlamentar teria sido forjada pelo pastor Anderson Carmo, o marido assassinado, que, antes de qualquer coisa, foi um dos 50 filhos adotivos de Flordelis.

Rituais

Afinal, o que de fato acontecia naquela casa quando Anderson ainda vivia lá? Rituais de sexo, sangue e nudez são apenas parte dos relatos coletados na apuração do caso, por Fernanda Piacentini.

O material produzido por Fernanda serviu de base para todos os tipos de pesquisas possíveis e passou a ser o mais completo em se tratando de relevância. As investigações paralelas feitas pela jornalista por vezes foram anexadas aos autos do processo. Na impossibilidade de transmissão dos depoimentos e julgamentos, a jornalista narrou de modo singular cada depoimento, palavra por palavra, para que o seu público pudesse tomar conhecimento, o que virou uma novela, na internet.

Por fim, a publicação do livro será realizada pela OIA editora, recém-chegada ao mercado editorial, cujo enfoque é a literatura brasileira contemporânea. Apesar de ter apenas um ano de existência, a editora, por meio de autogestão, já publicou 13 livros, entre antologias, coletâneas, romances, contos, crônicas e poesia.

Ademais, veja mais:
A Paulistana de Ganesha | Livro sobre o amor de uma ateia e um cristão está na Amazon
Cem ruínas na esquina da poesia | Livro viaja pela fé
Enfim, a Pedra Rara da Capa Comics

Escreve o que achou!