Monday, November 28, 2022

Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul | Veja filmes de graça no RJ

O Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul chega aos 15 anos de resistência divulgando a produção de filmes de artistas pretos. Criado pelo saudoso diretor e ator Zózimo Bulbul, o evento comemora os 15 anos com uma grande mostra que acontece de 18 a 24 de outubro nas telas do Cine Odeon, CCJF, Estação Net Rio e Estação Botafogo. Serão 150 filmes, entre longas, médias e curtas, nacionais e internacionais de diversos eixos narrativos. E tudo gratuito!

Há obras com temáticas Queer, Masculinidades Negras, Olhares sobre infâncias negras e Meio Ambiente & Subjetividades, entre outros, dos quais 46 dos selecionados foram dirigidos por mulheres, 79 obras cinematográficas do sudeste, sendo 52 realizados por cariocas, e 10 filmes dirigidos por pessoas queer, além de Atividades formativas, Lançamento do livro “Empoderadas Narrativas Incontidas do Audiovisual Brasileiro”, de Renata Martins, Master Class, Debates e Pitching.

A princípio, um dos destaques é o curta-metragem “O Preto de Azul”, de Alvaro Tallarico e Leandro Ferra, que ganha exibição na quarta-feira, dia 19, às 13h, no Cine Odeon. O filme traz a história de um menino que viaja em busca de seu sonho artístico. A obra traz diversas metáforas e mitologias, juntamente com doses de fé e aventura. O roteiro é do escritor Alvaro Tallarico, a animação é de Leandro Ferra. A direção é de ambos. O jovem percorre um mar que é como um ser enigmático e implacável, uma selva submersa, entre medos e meditações. Porém, será que o sonho vale a pena? O curta conta com trilha sonora original do Kaialas, projeto que une Brasil e Cabo Verde.

Aliás, veja o trailer abaixo, e siga lendo:

Além disso, dentre os filmes internacionais do Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul, estão “The Gravedigger’s Wife”, indicado ao Oscar e vencedor do maior prêmio de ficção do FESPACO (Festival Pan-Africano de Cinema e Televisão de Ouagadougou) e “Garderie Nocturne”, vencedor do maior prêmio de documentários do FESPACO. Também será exibido o filme jamaicano “Jonkonnu Nunca Morre”, que recebeu menção honrosa no Short Cannes.

A programação abre caminhos às potências diversas desenvolvidas no cinema negro contemporâneo, com salas de exibição de tema livre. Afinal, confira a programação completa aqui: https://linktr.ee/afrocariocadecinema

Ademais, leia mais:
Crítica | ‘Cesária Évora’ evoca a saudade no Festival do Rio
Conheça 5 álbuns de Cabo Verde
Cabo Verde + Brasil: veja o novo clipe em animação do Kaialas | Preto de Azul

7 Comments

Escreve o que achou!