Fernando de Noronha busca ser sustentável e com viés socioambiental

A ilha de Fernando de Noronha é considerada um paraíso, com premiações do TripAdvisor e da revista Travler da Conde Nast, a qual classificou a praia do Sancho como a mais bonita do mundo em quatro ocasiões (título nos anos 2014, 2015, 2017, 2022). O arquipélago é um santuário ecológico, berço de diversas espécies da fauna e flora do país, sinônimo de belezas naturais imensuráveis.

Outro ponto diferenciado do arquipélago é sua consonância com as práticas de Environmental, Social and Corporate Governance (ESG). Em Noronha, uma ilha que busca ser sustentável e com viés socioambiental, diversas ações são colocadas em prática.

Uma delas é a prática da coleta seletiva com cronograma de recolhimento de resíduos domiciliares, volumosos e poda residencial. A finalidade é manter a ilha sem qualquer material poluente.

Noronha Plástico Zero

Já o Noronha Plástico Zero ficou oficial a partir de um decreto publicado em dezembro de 2018, mas só entrou em vigor no dia 11 de abril de 2019. O programa tem como meta proporcionar proteção e preservação ao meio ambiente, além de zerar a produção de resíduos plásticos e similares de uso único na ilha. Dessa forma, proibe a entrada, comercialização e utilização de garrafas plásticas de bebidas abaixo de 500 ml, canudos, talheres, pratos, copos e sacolas plásticas, além de marmitas de isopor, plástico e similares.

O Noronha Carbono Zero é outra medida com caráter ESG, que limita a entrada de carros a combustão no arquipélago até 2023. Após esse ano, haverá a proibição de qualquer veículo movido com combustível de origem fóssil na ilha.

Usinas solares

Fernando de Noronha também está investindo em usinas solares, para contribuir com a descarbonização. Esse projeto tem objetivo de gerar energia solar para todos os habitantes, hotéis, pousadas e comércios da ilha, com apoio do projeto Trilha Verde da Neoenergia.

Outra ação de ESG que Fernando de Noronha está implementando é o primeiro laboratório de primeiro laboratório de Economia Circular do Brasil que vai centralizar a coleta de latas de alumínio. O Ball Corporation tem a expectativa de reciclar 50 toneladas de alumínio no primeiro ano.

E por fim, o projeto Onda Sustentável vai promover ações e eventos voltados para a sustentabilidade, conscientizando os moradores e turistas sobre o futuro do arquipélago e do planeta como um todo.

A Associação de Pousadas de Fernando de Noronha, que conta com 33 pousadas associadas, é uma das maiores incentivadoras do programa, e reforça a importância da prática benéfica do ESG na ilha, com viés sustentável, além de ser um indutor de valorização da região em todo mundo.

Mas, afinal, como chegar em Noronha?

Fernando de Noronha teve uma pequena inadequação na pista do aeroporto, mas nunca ficou um dia fechado. Recebe oito voos diários por intermédio da empresa área Azul que, sozinha, realiza as viagens para a ilha com as aeronaves ATR-600 – as mais seguras do mundo – permitindo a entrada de 560 pessoas diariamente no arquipélago, mantendo a mesma quantidade de turistas de quando a ilha recebia voos maiores de várias companhias aéreas.

Aliás, atualmente a Associação de Pousadas de Fernando de Noronha conta com 33 pousadas associadas, que disponibilizam sistema de reservas e detalhes do empreendimento no site: www.apfn.com.br

Ademais, leia mais sobre turismo:

Conheça algumas atrações de Fernando de Noronha além das praias
Proibido Nascer no Paraíso | Indignação e um torrencial de lágrimas. Entenda!
Conheça as cidades mais acolhedoras do Brasil
Por fim, olha só a vez que nosso jornalista Alvaro Tallarico encontrou uma baleia encalhada na Praia do Sul, Ilha Grande, RJ:

Escreve o que achou!