Festival de Artes em Imbariê | Caxias recebe 4a edição do evento

O Festival de Artes em Imbariê (Faim) promete ferveção em Caxias com muita música boa, arte e lives. Com a tag #EuQueroRespirar, o evento rola a partir do dia 19 até 21 de novembro em sua 4ª edição no 3º distrito do município, Imbariê. E a programação promete!

Por conta do cenário pandêmico, o festival este ano será em formato híbrido: on-line e nas ruas. Assim, através de suas redes sociais, a programação on-line conta com lives que trarão temas como arte e educação na favela, a importância da arte nas margens fora e em tempo de pandemia e outros. Com isso, o rolê musical fica por conta de Kalebe Nascimento, Dj Drika, Dj Jacquelone, Dj Walabê e mais uma galera linda.

Os shows serão transmitidos pelo YouTube do Faim. Nas ruas de Imbariê, conte com a arte de diversos artistas como Mulambo, Denilson Baniwa, Maxwell Alexandre e muitos outros selecionados pela curadoria do evento.

Imbariê contra o corona

Além de movimentar a vida cultural do 3º distrito de Caxias, os organizadores do festival fizeram uma potente ação social durante a pandemia lançando a campanha “Imbariê contra o corona”. Desse modo, distribuíram mais de cinco mil cestas básicas, mais de dez mil frascos de álcool em gel e mais de cinco mil máscaras para a população do distrito, com uma equipe composta por voluntários e pelos organizadores. É arte transcendendo o imaginário e a reflexão e chegando nos lares como rede de apoio.

A saber, na primeira semana de novembro, os organizadores do evento mapearam as ruas de Imbariê para alocar as mais de 100 artes impressas em formato de lambe-lambes, transformando as ruas em galerias de arte a céu aberto. Inclusive, a rua é o lugar mais democrático e acessível para levar a arte a todes. É uma forma de universalizar as linguagens, as imagens e as visões de mundo de diferentes artistas através dos muros. Entusiastas da street art, uni-vos!

faim
divulgação: Facebook

Somado a isso, durante o processo de colagem dos lambe-lambes, houve interação com a população. Moradores curiosos foram conferir os organizadores enfeitando a cidade. As crianças foram um elemento à parte, traduzindo o efeito de ser necessária a arte na periferia. Houve também visitas guiadas com estudantes da rede pública do município. É muita práxis envolvida.

A seguir, confira a programação completa do Faim e se joga!

19 de Novembro

16h – Live Elaine Alves (Escola Vidigal) sobre “Arte e educação na favela”

19h – Música com Kalebe Nascimento e Dj Drika no YouTube

20 de Novembro

14h – Live Robnei Bonifácio sobre “Aula de boa e a pandemia”

16h – Exibição do filme Blackout seguida de Live com Rossandra Leone

17h – Música com Dj Laryhill e João Azevedo no YouTube

21 de Novembro

14h – Live Isabela (Galpão Bela Maré) sobre “A importância da arte nas margens fora e em tempo de pandemia”

18h – Música com Dj Jacquelone e Dj Walla B

 

SERVIÇO: FAIM – Festival de Artes em Imbariê
Data: 19 a 21 de Novembro
Local: https://www.instagram.com/faimfestival/
https://www.facebook.com/faimfestival/
https://www.youtube.com/channel/UCv7YsMKtakE1JbiugrXcv1Q
Classificação: livre

O fundador do festival Osmar Paulino faz o convite:

E leia Contos de Amor | Editora Solar dos Livros lança obra sensível
O Abrigo de Kulê | Livro aborda questões raciais e sororidade
A Cor da Consciência | Eventos incluem lives, música e conscientização 

3 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: