“Helen” é selecionado para 15ª Mostra de Cinema de Ouro Preto | Festival gratuito online

Escrito e dirigido por André Meirelles Collazzo, o filme Helen foi selecionado para a 15ª edição da Mostra de Cinema de Ouro Preto (15ª CineOP). A saber, o evento acontece este ano de forma virtual, no site oficial. Devido ao isolamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A 15ª CineOP ocorre gratuitamente até 7 de setembro, e “Helen” ficará disponível para exibição durante todos os dias.

Helen conta a história de uma menina de 9 anos que leva uma vida simples no bairro do Bixiga, em São Paulo. Ela segue uma vida simples, vai para a escola e brinca no cortiço onde vive. Porém, os problemas financeiros e sociais aparecem ao seu redor. Então, Helen encontra diferentes maneiras de juntar dinheiro para comprar uma caixa de maquiagem de presente de aniversário para a sua avó, Dona Graça, com quem mora.

Bixiga

Com produção da Prosperidade Content e distribuição da ELO Company, Helen aborda um outro lado do Bixiga, bairro conhecido por suas cantinas e tradições italianas. O diretor mostra o aspecto cultural do local, que abriga cortiços e foi um dos primeiros quilombos da capital paulista.

O longa é inspirado na história real de Agata Helen Garcia Almeida e Maria das Neves de Almeida. Dona Maria – no filme como Dona Graça – é uma senhora que migrou de Paraíba para São Paulo aos 14 anos. Atualmente, vive no Bixiga, onde vende churrasco na calçada, recolhe aluguéis para o dono do cortiço onde mora e faxina outros imóveis do mesmo proprietário. Dona Maria criou sozinha sua neta, Agata Helen – Helen, personagem principal do longa -, que nasceu quando seu filho tinha apenas 14 anos, e a mãe da menina 13. Tendo como fonte de renda os trabalhos informais, pagou os estudos de seus filhos e também de Agata Helen, de quem nunca desgrudou.

O filme também já foi selecionado para o Festival de Cinema Latino-Americano de Toulouse, em 2020. Além disso, também para o 35º Cine en Construcción Tolouse e para o Festival Ojoloco, ambos em 2019. Ainda por cima, teve seu o roteiro finalista do GUIÕES – Festival do Roteiro de Língua Portuguesa 2017, em Lisboa.

Sinopse

A princípio, Helen é uma menina de 9 anos moradora de um cortiço no Bexiga – famoso bairro da cidade de São Paulo por suas características afro-ítalo-nordestina. Nascida numa família humilde e desestruturada, a menina vive com a avó, Dona Graça, que também cumpre o papel mãe e pai e sustenta a família a partir de trabalhos informais.

Entre uma brincadeira de rua, as aulas na escola e as tarefas para ajudar a avó no trabalho, Helen vive intensamente o cotidiano do bairro, transitando livremente pelas redondezas. Contudo, ainda muito ingênua, ela passa os dias alheia à dureza de sua realidade e sua principal preocupação no momento é juntar dinheiro para comprar um presente para a avó: um kit completo de maquiagem. Agora, a menina fará de tudo para juntar a quantia necessária e garantir o presente para o aniversário. Afinal, é a partir dessa busca que Helen, em uma aventura urbana, desvenda o cotidiano típico de quem vive nos cortiços, construindo uma história coletiva a partir da teia de relações que a menina estabelece.

Ademais, veja o curta-metagem “Na Beira”:

Escreve o que achou!