#freebritney | Framing Britney Spears A Vida de uma Estrela

Acho que qualquer pessoa da minha idade acompanhou uma parte da carreira de Britney Spears, a princesa do pop. E como eu sempre admirei o talento dela e conheço uma parte da história, sei o quão importante é esse documentário.

Saber que uma mulher com a riqueza e o alcance dela vive dessa forma é no mínimo insano.

Britney começou a carreira aos 11 anos e estourou com “Baby One More Time”, em 1998. Era uma adolescente e com isso já sofria uma pressão muito grande, com perguntas invasivas, paparazzis e tabloides.

Quando teve o primeiro filho, ela foi muito mais assediada pelos paparazzi, posteriormente teve o término com seu ex-marido. Em seguida, perdeu a guarda dos filhos e acabou indo para uma clínica psiquiátrica.

pai

Depois disso o pai dela se aproximou e virou tutor de guarda dela, tendo total e completa autonomia sobre as finanças e contratos de Britney.

Depois de alguns fãs perceberem mensagens estranhas em seu Instagram, um podcast foi feito com duas fãs apenas para interpretar essas mensagens, quando receberam uma mensagem de áudio, falando que a internação dela não foi voluntária, isso acabou dando força ao que seria o movimento #FreeBritney

Esse movimento que tomou força nas redes sociais e foi parar na boca de artistas, rodou o planeta até se tornar o documentário que chega agora na Globoplay, e que, afinal, mostra uma parte da vida de Britney que poucas pessoas conheceram.

Timeline

Muitas pessoas acham que o surto dela foi por outras coisas mas o documentário mostra um timeline para entender o porquê disso. Pontualmente é importante, ainda mais que mês que em abril de 2021 ocorre uma nova audiência para decidir o futuro de Britney.

Como alguém que admira o trabalho dela demais, espero que consiga se livrar dessas pessoas que parecem não ver nada além de uma máquina de fazer dinheiro, e esquecem do ser humano por trás da artista.

Espero ver Britney continuar brilhando nos palcos, batendo recordes e fazendo tours de sucesso por aí, mas acima de tudo vivendo com dignidade e liberdade, afinal, o nosso bem mais precioso sempre será a liberdade. #FREEBRITNEY

Ademais, veja mais:

Cidade Invisível | O folclore brasileiro na Netflix , o retorno do Saci e a Lapa mística

Bárbaros | Epicidade e drama cativam na série original Netflix

Por fim, Cidade dos Mortos | Série russa explora cenário apocalíptico

 

Escreve o que achou!