Wednesday, November 25, 2020

Globo Filmes seleciona projetos audiovisuais de criadores negros

A Globo Filmes anuncia três novas ações com o foco no fomento e na diversidade do audiovisual brasileiro. Em novembro, a coprodutora de conteúdo multiplataforma apoia o LAB NICHO 54. A saber, é uma parceria com o NICHO 54 – instituto voltado à qualificação profissional e inserção de profissionais negros no audiovisual. O laboratório vai selecionar 12 projetos de criadores(as) negros de todo o Brasil em estágio inicial de desenvolvimento, entre longas e séries, ficção e documentário. Eles ganharão para uma imersão com mentorias e master classes com profissionais do setor.

Além disso, a Globo Filmes vai oferecer um prêmio de desenvolvimento no valor de R$50 mil, via artigo 3º A, para um dos projetos de ficção escolhidos pelo LAB NICHO 54. Em seguida, outros seis prêmios também serão concedidos pela rede parceira do instituto. O anúncio dos que passaram na seleção sai na sexta-feira, 30 de outubro, e o laboratório acontece entre 9 e 15 de novembro.

Gloob

Buscando a aproximação com criadores de projetos infantojuvenis que abordem a diversidade e a representatividade negra em seu DNA e na sua equipe de criação, a Globo Filmes se juntou ao Gloob para uma chamada de roteiros e argumentos que tenham este perfil. Somente projetos que já possuam registro de direito autoral e abordem a representatividade negra devem ser enviados para flavia.naliato@g.globo até o dia 20 de novembro. Os conteúdos passarão por uma avaliação prévia de leitores de roteiros do Gloob e da Globo Filmes e um consultor artístico acompanhará o projeto vencedor. O objetivo é o investimento da coprodutora em seu desenvolvimento.

Afinal, a terceira iniciativa para o próximo mês será o apoio à décima edição do BrLab, laboratório de desenvolvimento de projetos audiovisuais no Brasil, que recebe filmes de toda América Latina e Península Ibérica. Desde 2019, a coprodutora apoia o evento e participa com a concessão do Prêmio Desenvolvimento Globo Filmes, através do qual investe o valor de R$ 110 mil em um dos seis projetos brasileiros participantes. Enfim, esse ano, o BrLab acontece de 5 a 27 de novembro.

Ademais, leia mais:

Aliás, conheça Negra Jaque | “Rap é mão preta de interferência na sociedade”
O Enredo de Aristóteles | Filme de Camarões traz metalinguagem, analogias e reflexões sobre neocolonialismo
Fronteiras | Cine África traz a diretora Apolline Traoré de Burkina Faso

Escreve o que achou!