Novo projeto de Vanessa da Mata, Nando Reis com Ana Vilela e mais

Toda sexta-feira é um dia agitado no universo da música e a do dia 27 de novembro seguiu essa tradição. Desta vez, teve o lançamento do novo projeto da cantora Vanessa da Mata, divulgação do single “Laços” de Nando Reis e Ana Vilela, novidades com regravações de clássicos da mpb e mais. Confira:

Vanessa da mata em “Nossos Beijos Ao vivo no Circo Voador”

A cantora Vanessa da Mata apresentou em janeiro deste ano, pela primeira vez, o álbum “Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina” no Circo Voador, tradicional casa de shows do Rio de Janeiro. E, nesta sexta-feira, ela traz os registros no projeto “Nossos Beijos Ao vivo no Circo Voador” que já está disponível nas plataformas digitais e em seu canal do YouTube

As faixas “Nossa Geração” e “Tenha Dó de Mim” tem em sua versão original os vocais do rapper baiano Baco Exu do Blues e a guitarra do músico Davi Moraes. Ao todo, serão disponibilizados oito clipes até o final de janeiro, sendo quatro lançamentos com duas faixas distintas cada.

“Fazer show no Circo Voador é sempre uma emoção enorme, por isso eu quis divulgar esses registros. É um clássico gravar ao vivo no Circo e eu nunca tinha feito isso. Para mim, Tenha Dó de Mim exala paixão, e ver as pessoas cantando, abrindo uma exposição como em uma grande galeria expondo sentimentos, aonde cada vez mais somos tolhidos com nossos instintos e sensações, julgados por religiões, moral, robotização e não empatia por grupos diferentes e em uma aclamação intensa que é esse show, tem tudo a ver com a ideia do ao vivo.

No Circo, as pessoas se expressam de acordo com essa festa, essa farra e essa coisa Macunaíma de Quando Deixamos Nossos Beijos Na Esquina abrindo, que é feminina, maternal, felina e selvagem ao mesmo tempo, sem limitação e rigidez, completamente solta, foi um prazer. Ter esse registro ao vivo na minha carreira, na minha obra, vai ser de muito boas-vindas”, conta Vanessa.

“Laços” com Nando Reis e Ana Vilela

Os cantores Nando Reis e Ana Vilela se uniram em dueto inédito para gravar o single “Laços”. A saber, é uma emocionante mensagem para os dias difíceis que o mundo está passando. A música tem o objetivo de homenagear os profissionais de saúde que estão trabalhando incansavelmente nos últimos meses devido aos altos números de casos de infecção por Covid-19 ao redor do mundo. O empresário Luiz Calainho foi quem encomendou a canção ao compositor Gabriel Moura.

“A música, assim como a arte, se mostrou uma companheira e tanto nesse momento tão delicado pelo qual estamos passando hoje. Tivemos a ideia de fazer essa deferência a todos os profissionais da saúde, que vêm cumprindo com afeto e maestria o exercício da medicina, e nisso incluímos desde o motorista da ambulância ao instrumentista, equipes de limpeza, passando pelos anestesistas, enfermeiras e médicos”, afirma Calainho.

Nando Reis e Ana Vilela comentam a parceria

O músico aceitou o convite de prontidão, pois sabe como a arte é importante neste momento. Logo em seguida convidou Ana Vilela para compor o dueto. “A saúde não é um bem que pertence a uma única pessoa. E esses profissionais são fundamentais para a própria sobrevivência de uma sociedade. Tem um valor social”, afirma Nando, que se autointitula como um fazedor de discos. E continua: “Sei que a volta à normalidade ainda vai demorar, então, aproveito um momento como esse, de poder gravar uma música, para matar a saudade”.

Ana acrescenta: “Estou muito feliz pelo significado que a música tem, com quem estou cantando, sou muito fã do Nando. É um momento muito especial pra mim. Precisamos agradecer essas pessoas, são o que hoje chamo mais próximo de heróis”.

Toquinho e Paulo Ricardo homenageiam Vinicius de Moraes em novo álbum

O novo álbum colaborativo entre Toquinho e Paulo Ricardo também chegou às plataformas nesta sexta, 27. Ambos prestam homenagens a um dos precursores da música popular brasileira, o cantor e compositor Vinícius de Moraes. “Água de beber”, “Tarde em Itapuã”, “Pra Quê Chorar?”, “Canto de Ossanha”, “Garota de Ipanema” e “Samba da Benção” são algumas das canções regravadas para o disco que conta com 13 faixas no total. Cantar Vinícius era um grande desejo de Paulo Ricardo desde que pôde regravar alguns sucessos dele no especial do Multishow, em homenagem a Tom Jobim.

“Mergulhamos de cabeça no projeto e eu disse que poderíamos convidar meu grande amigo Toquinho para participar de uma faixa, já que ele fez parte do meu projeto ‘Acoustic Live’, cantando e tocando na faixa ‘Quiet Nights and Quiet Stars (Corcovado)’, que foi de uma sinergia total. Quando o convite foi feito, Toquinho se empolgou com a nossa ideia de acrescentar elementos de pop, rock e música eletrônica às canções e disse que fazia questão de participar de todo o álbum”, conta Paulo Ricardo.

Poetinha

Os cantores dividiram o repertório de Vinícius em três momentos da carreira do Poetinha: Vinicius e Tom, os afro sambas de Vinicius e Baden Powell e, como não poderia faltar, a grande fase de Toquinho & Vinicius. A produção é de Waldo Denuzzo com produção executiva da empresária Lilia Kablin.

“As gravações foram uma delícia, mas não imaginávamos que a parte legal fosse tomar tanto tempo. Quando o álbum ‘Toquinho e Paulo Ricardo Cantam Vinicius’ finalmente ficou pronto, tanto eu quanto Toquinho já estávamos envolvidos em outros projetos. Mas, agora, com os aplicativos de música e os serviços de streaming, podemos mostrar ao Brasil e ao mundo nossa humilde homenagem, nosso ‘update’ aos clássicos eternos de Vinicius e seus parceiros geniais em versões remixadas, que continuam atuais. Foi um enorme desafio mexer com este repertório sagrado mas valeu cada minuto!”, finaliza o cantor.

Ademais, veja mais:

Torto Arado | Romance de Itamar Vieira Junior vence Prêmio Jabuti

Museu Itamar Assumpção | A vida e a obra do artista que marcou gerações

Sorriso Rei | Mahmundi homenageia Jovelina Pérola Negra e Gil em novo projeto

Escreve o que achou!