Saturday, December 3, 2022

Cavalo de Pau | Por dentro da nova revista em quadrinhos brasileira

Quem ousa colecionar quadrinhos atualmente e está atento ao mercado já sabe, o material para produção das obras só aumenta de valor e a distribuição fica cada vez mais cara, precária e terceirizada. E claro, isso reflete no valor de capa das hqs. Mas mesmo com essas dificuldades, tem surgido um número considerável de novas publicações nacionais. Muitas delas com o apoio do público através de sites de financiamento coletivo como o Catarse.

A revista Cavalo de Pau é a aposta de Lipe Diaz, dono da LDZ Escola de Artes, nesse mercado turbulento. A publicação trará diversas histórias que misturam cultura brasileira, mitos de outros países e personagens consagrados da cultura pop. Esse mix resulta em propostas bem inusitadas como um futuro de alta tecnologia, com estética do movimento armorial, onde teremos um novo David versus Golias. Em outra história teremos o embate entre um grupo de Sacis contra o King Kong, e ainda veremos um torneio de luta bem diferente do que estamos acostumados.

As sinopses das histórias estão em nosso post anterior sobre o quadrinho: Cavalo de Pau | Conheça novas histórias em quadrinhos brasileiras (viventeandante.com)

O Catarse

O financiamento coletivo para viabilizar o projeto começa dia 10 de outubro pelo próprio Catarse (https://www.catarse.me/hqcavalodepau). Para quem nunca utilizou a plataforma, os métodos de campanha são simples:

  • Nas campanhas “Tudo ou Nada” há uma meta de valor arrecadado a ser batida, alcançando o projeto sai e a entrega no prazo fica a cargo de quem organizou. Caso a meta não seja alcançada o Catarse devolve o dinheiro de quem apoiou e o projeto não sai.
  • As campanhas “Flex” funcionam como uma pré-venda, independente se a meta for batida ou não o projeto sairá do papel. Muito utilizada por editoras que já tem tudo estruturado e querem só aumentar tiragem ou oferecer brindes.

As metas estendidas servem para melhorar o produto final incluindo capa dura ou um papel melhor, e também para produzir brides extras que todos os apoiadores receberão. Portanto, independentemente do tipo de campanha, o apoio do público é essencial para o futuro de uma publicação.

A mente por trás do projeto

Lipe Diaz já tem uma longa trajetória com quadrinhos, mas a maioria de seus trabalhos foi para publicações de outros países que não chegaram ao Brasil. Ele trabalhou com Buddy Scalera criando os conceitos da revista Apocalypse Blvd., ilustrou How I Became a Shoplifter de Tom Breyfogle, criou artes para o jogo Marvel Alliance, desenvolveu projetos com Andrew Coppola e Marta Tanrikulua, que abordaram desde graphic novels e épicos históricos a conteúdo de relevância didática para o papel de mulheres de destaque na história norte-americana. Trabalhou também com William Shatner, o Capitão Kirk de Jornada nas Estrelas, em Tekwar.

Agora com toda essa bagagem, Diaz se sente pronto para lançar suas histórias e sua própria editora. A publicação tem participação inclusive de alunos que o artista formou durante esse tempo, além de amigos que ele fez em sua trajetória. Com a meta sendo alcançada no Catarse, o objetivo é que no ano seguinte venham mais quatro edições da revista.

A LDZ Escola de Artes e Editora

Os cariocas mais velhos certamente vão se lembrar da escola Impacto Quadrinhos, que ficava em Botafogo, da qual Diaz era o dono. Hoje com a nova escola reconhecida nacional e internacionalmente, ele oferece cursos de quadrinhos, ilustração, animação tradicional e digital, escultura, modelagem digital, storyboard e roteiro.

LDZ Escola de Artes e Editora – Rua Buenos Aires, 23/3º andar, Centro, RJ.

Whatsapp: +55 21 98187-3749

Instagram: LDZ – Lipe Diaz Escola de Arte (@ldzescola) • Fotos e vídeos do Instagram

Site: www.lipediaz.com

YouTube: https://www.youtube.com/c/ldzescola

Escreve o que achou!