Saturday, September 19, 2020

Rio Music Market ensina marketing para artistas

Quarta-feira (11/12), segundo dia do Rio Music Market com muitos ensinamentos de marketing para artistas. O evento, que ocorre no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB) contou com diversas palestras sobre o atual mercado musical. Os músicos e interessados ouviram comentários como: “A gente defende muito que haja uma equipe, tenha uma equipe. Sozinho você não vai escrever press release, você não vai conseguir fazer o follow das redações, não vai conseguir que aquele press release chegue ao crítico para dar projeção a sua carreira”, disse Luisi Valadão, SEO da Lupa Comunicação.

Foi a primeira palestra desse dia no auditório: Planejamento de Marketing para Artistas, que contou com Karine Karam, Giovani Marangoni, Anita Carvalho, Luisi Valadão e mediação de João Figueiredo.

“Estou conversando com que faixa etária? Então o marketing é a ciência que ajuda a entender o fenômeno como um todo. Eu sempre disse isso. Gostaria de contribuir de alguma forma para que o Brasil tivesse uma classe-média de músicos. Olho pro Brasil e vejo a classe alta, quem está bombando, estourado, e o cara que está tocando no bar por 50 pratas, tocar a noite inteira. Eu vivi essa realidade. O marketing tem papel fundamental nesse sentido. Não de fazer popstar. Auxiliar a ter uma receita média que permita uma vida minimamente confortável”, falou Giovani Marangoni da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM ).

Pesquisa e marketing

Inclusive, Karine Karam, também da ESPM, falou: “Acho que os grandes dilemas de pensar pesquisa e marketing para artista é, primeiro, a dificuldade dele se aceitar como um produto, e o segundo é que a palavra marketing assumiu vários aspectos muito pejorativos. Quando você entende que o artista é um produto e você assume isso, fica mais confortável fazer o planejamento. A única diferença entre um produto que a gente come e um artista é que ele é uma pessoa, de fato. Mas esse produto não pode parecer algo que ele não é. O marketing potencializa algo”.

Logo após, no mesmo auditório, uma conversa sobre as dificuldades e alegrias de se fazer um documentário musical. Às 11:30 na Sala Giro Digital, a palestrante Marina Mattoso (Jangada – BR) procurou explicar sobre planejamento e práticas para campanhas de divulgação digital para artistas.

Leia mais😉
Rio Music Market promete explicar novo mercado musical
Tântrica Santina – Rita Rocha e Alhandra A falam sobre teatro, política e resistência
Palavras resistentes na LER – Salão Carioca do Livro

 

Escreve o que achou!