Silêncio da Chuva | Com Lázaro Ramos, filme será exibido hoje no Cine Ceará

Com Lázaro Ramos e Thalita Carauta no elenco, o longa-metragem “Silêncio da Chuva, de Daniel Filho, terá uma exibição especial na 30ª ediçãodoCineCeará - Festival Ibero-americano de Cinema nesta sexta-feira,11, às 20h, no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza. O filme é inspirado no romance policial de Luiz Alfredo Garcia-Roza que narra a saga do detetive Espinosa (Lázaro Ramos) e da policial Daia (Thalita Carauta). Ambos tentam solucionar o mistério que envolve a morte do executivo Ricardo (Guilherme Fontes), encontrado baleado sentado ao volante de seu carro, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. A atriz Thalita Carauta foi premiada na Rússia como melhor atriz no BRICS Film Festival. 

A Solenidade de Encerramento e Premiação do 30º Cine Ceará será exibida logo após a sessão, às 21h30, simultaneamente no Cineteatro São Luiz, no canal do festival no Youtube e na TV Ceará. Na ocasião, serão anunciados os vencedores das Mostras Competitivas e Lázaro Ramos será homenageado.

Lázaro recebeu o Troféu em casa e agradeceu em vídeo

O ator recebeu em casa o Troféu Eusélio Oliveira e enviou vídeo de agradecimento ao festival. Nascido em Salvador, Bahia, Lázaro Ramos tem na sua carreira filmes como “O Homem que Copiava”, “Meu Tio Matou um Cara”, “Cidade Baixa”, “Ó Paí, Ó”, “Carandiru”, “Tudo Que Aprendemos Juntos” e “O Beijo no Asfalto”. Para 2021, está previsto o lançamento de “Medida Provisória”, longa que marca sua estreia na direção de ficção para os cinemas – em mais uma parceria com Daniel Filho, que assina a produção do filme.

 

Confira os filmes disponíveis até esta sexta, 11 de dezembro, nos Canais Globo:

MOSTRA COMPETITIVA BRASILEIRA DE CURTA-METRAGEM 

5 estrelas. Fernando Sanches. Ficção. 15’. São Paulo. 2020.

Classificação indicativa: Livre

A beleza de Rose. Natal Portela. Ficção. 20’. Ceará. 2020.

Classificação indicativa: Livre

A Nave de Mané Socó. Severino Dadá. Ficção. 18’. Pernambuco. 2019.

Classificação indicativa: Livre

A volta para casa. Diego Freitas. Ficção. 16’. São Paulo. 2019. 

Classificação indicativa: Livre

Desaparecido. Gabriel Calamari. Ficção. 21’. São Paulo. 2020. 

Classificação indicativa: 12 anos

Inabitável. Matheus Farias e Enock Carvalho. Ficção. 20’. Pernambuco. 2020. 

Classificação indicativa: Livre

Magnética. Marco Arruda. Experimental. 16’. Rio Grande do Sul. 2020. 

Classificação indicativa: 12 anos

Não te amo mais. Yasmin Gomes. Documentário. 10’. Ceará. 2020.

Classificação indicativa: Livre

Nós. Hugo Moura e Ricardo Burgos. Ficção. 9’. Rio de Janeiro. 2019. 

Classificação indicativa: 14 anos

O Babado da ToinhaSérgio Bloch. Documentário. 13’. Rio de Janeiro.2020. 

Classificação indicativa: 10 anos

O Barco e O Rio. Bernardo Ale Abinader. Ficção. 17’. Amazonas.2020. 

Classificação indicativa: Livre

O sal da vida. Danilo Carvalho. Documentário. 4’. Piauí. 2020.

Classificação indicativa: Livre

Parabéns a Você. Andreia Kaláboa. Ficção.  19’. Paraná. 2019.

Classificação indicativa: 10 anos

Quitéria. Tiago A Neves. Ficção. 14’. Paraíba. 2019.

Classificação indicativa: Livre

Vista para dias nublados. Ana Luísa Moura. Ficção. 11’. Rio Grande do Sul. 2019.

Classificação indicativa: Livre

 

Filmes disponíveis no Canal do Cine Ceará no YouTube 

MOSTRA HÁBITOS 

Classificação indicativa: Livre

Fim do sonho branco. Victor Furtado. Experimental. 3’. CE-Brasil. 2020.

Trajetória. José Walter Brilhante Júnior. Ficção. 2.58’. CE-Brasil. 2020.

Guerreiro das águas. Genaria dos Santos e Patrícia Braga. Documentário. 3’. CE-Brasil. 2020.

S.A.C.. Rodrigo Passolargo. Ficção. 3’. CE-Brasil. 2020.

Nati e o bom uso da água. Manuell Neto. Experimental. 2.59’. CE-Brasil. 2020.

Ademais, veja mais:

Sankofa, A África que te Habita chega na Netflix entre o lúdico e a ancestralidade
Angola Janga | Conheça a luta de Zumbi dos Palmares em HQ
Assista ao curta ‘Hair Love’, sobre uma família negra

Escreve o que achou!