Tuesday, October 19, 2021

4º SAPI abre inscrições visando fomentar o mercado audiovisual

Em sua quarta edição, o SAPI se consolida como um espaço para o audiovisual do Centro-Oeste do Brasil. Pela primeira vez em formato totalmente virtual, a programação de 2020 leva os participantes para um espaço novo e exclusivo, com programação diversificada e inspiradora de 1º a 4 de dezembro. A princípio, as inscrições estão abertas até o dia 23 de novembro para as oficinas, estudos de caso, painéis e para o I Prêmio CORA, que busca desenvolver a produção feminina do centro brasileiro.

Além disso, entre as missões do evento ao longo das últimas edições estavam discussão, conexão e desenvolvimento, além de ampliação de possibilidades de concretização de negócios. Neste ano, o SAPI tem ainda o desafio de pensar alternativas em meio à crise que atinge o setor audiovisual que reflitam o presente e apontem para o futuro.

Aliás, o evento, que tinha como marca a proximidade e troca entre produtores e convidados, foi redesenhado para o on-line de forma que a sua essência não se perca. A adaptação é necessária e o objetivo é que os inscritos continuem sentindo-se à vontade na plataforma virtual.

Programação inspiradora

Ultrapassando as barreiras físicas com o formato virtual, o mercado convida as outras regiões brasileiras — e, porque não, do mundo — ao diálogo com o Centro-Oeste. “Queremos que seja um espaço inspirador. O mercado está muito fragilizado, este ano mais do que nunca. A programação vai no sentido de pensar alternativas de fomento do setor”, explica Lidiana Reis, coordenadora do 4º SAPI. Quais são os nossos casos de sucesso? O que fazer enquanto não estou produzindo? O futuro é on-line? Esses são alguns dos questionamentos que aparecerão ao longo dos quatro dias de programação.

Um dos estudos de caso promovidos pelo 4º SAPI é do filme Sementes: Mulheres Pretas no Poder (2020), de Éthel Oliveira e Júlia Mariano. O documentário acompanha algumas das mulheres pretas que emergiram no cenário político do Brasil após o assassinato de Marielle Franco. A atividade propõe analisar e entender o processo de realização do filme, que possui um plano de financiamento que agrega incentivo internacional. A série Boca a Boca, da Netflix, também ganha um estudo de caso onde Esmir Filho, criador da série, conta sobre o processo desde a concepção até a sua chegada ao público.

Prêmio CORA

Aliás, outra novidade de 2020 é o I Prêmio CORA que, não por acaso, nasce em meio a crises que fragilizam o mercado audiovisual brasileiro. Pensado para o desenvolvimento da produção feminina do Centro-Oeste, o projeto premiado será contemplado com um ciclo de consultorias em roteiro, produção e distribuição com Nara Normande, Joelma Gonzaga e Barbara Sturm.

“O prêmio vai destacar um único projeto, mas a ideia é promover um momento de construção entre as participantes, para que se conheçam e desenvolvam a produção feminina na região”, explica Lidiana Reis. Em 2020, o júri tem a formação de Josi Campos, Jô Levy, Joelma Gonzaga e Larissa Fernandes.

Por fim, confira a programação e inscreva-se através do site mercadosapi.com.

SERVIÇO

4º Sapi – mercado audiovisual do centro-oeste

Inscrições abertas de 9 de novembro a 23 de novembro de 2020

Acesse: mercadosapi.com

Estudantes têm 50% de desconto na inscrição. Para garantir o desconto, é necessário inserir o cupom: estudantesapi no momento da inscrição e anexar um arquivo com o comprovante da universidade (exemplo: carteirinha de estudante).

Realizadoras do prêmio CORA tem 50% de desconto na inscrição. O cupom será disponibilizado após a inscrição no prêmio.

Informações para a imprensa: (62) 99929-2088 (Luisa Guimarães)

Escreve o que achou!