Conheça 3 perfis no Instagram criados por mulheres para quem gosta de literatura

A primeira semana de 2021 já está terminando e, com isso, as metas estipuladas para o ano novo começam a tomar forma. Se você, como eu, também tem o desejo de cultivar o hábito da leitura, aqui está uma boa oportunidade de conhecer mulheres que sabem bem o assunto. Seja sobre curadoria, dicas de leitura ou escrita, entrevistas e novidades sobre o incrível mundo da literatura, os perfis @sutilezasatomicas, @leionaonego e @literatamy, sempre tem muito a acrescentar aos seus seguidores. Confira:

Sutilezas Atômicas (@sutilezasatomicas)

A Tayná Saez é quem está por trás do perfil que eu, particularmente, sou fã de carteirinha. Ela é escritora e mensalmente disponibiliza contos ou crônicas por meio de uma newsletter. As suas publicações geralmente possuem trechos dos seus escritos, além de pensamentos e algumas dicas literárias ou sobre artistas de qualquer segmento. Aberta ao diálogo, ela oportuniza aos leitores e seguidores um bate-papo muito gostoso com uma sensibilidade admirável.

Muito receptiva, Tayná criou o Clube de Leituras do Sutilezas, onde inicialmente começou com uma pequena reunião de mulheres. Hoje o clube é aberto a qualquer público que queira discutir os textos e papear sobre a vida sem um rumo definido para a prosa. Em 2020, a escritora começou a ministrar aulas sobre escrita criativa com muita dedicação ao que faz e com quem se dispõe a ouvi-la. O Sutilezas Atômicas é um perfil sutil, prazeroso de acompanhar e que vira e mexe ensina uma coisinha nova quando se menos espera. 

Tayna Saez escrevendo sutilezas atomicas
Reprodução do @sutilezasatomicas

Leio, não nego (@leionaonego)

O ‘Leio, não nego’ é formado por três amigas: Caroline Souza, Malena Costta e Thayna Nascimento. Ambas se conheceram ainda crianças quando estudavam na mesma escola e a amizade perdurou depois de muitas inovações, algumas brigas e carinho mútuo. As amigas compartilhavam o amor pelo universo literário e tinham vontade de falar sobre os livros lidos com outras pessoas. No ano passado, a ideia que fora pensada por muito tempo pôde se tornar real.

O perfil é para todos os gostos, até porque as próprias amigas têm as suas preferências de gêneros distintos. A interação das meninas com o público sempre funciona com bom humor e atenção. Elas mostram resenhas interessantes, diversas dicas e curiosidades que valem a pena conferir como no post a seguir:

Literatamy (@literatamy)

Criado por Tamy Ghannam, o perfil tem o foco em conteúdo literário multimídia e independente. Além disso, a Tamy também possui um canal no YouTube com mais de 17 mil inscritos. Seus quadros são riquíssimos, eles vão de leituras mensais, bate-papo com representantes de editoras até entrevistas com escritores contemporâneos. A estudante de literatura da USP acredita na literatura como uma ferramenta revolucionária e contribui para isso através das plataformas digitais. 

Ademais, veja mais:

Pequenos Escritos de Um Andarahy Grande | Livro traz memórias de um bairro especial
Tigertail e o choro contido | Crônica
O Despertar da Lenda | Crônica de um heroísmo

Escreve o que achou!