Alice in Borderland na Netflix é surpreendente. Entenda!

Alice in Borderland é uma série que não me chamou atenção de cara na hora que ouvi o nome. Ainda por cima, quando vi o trailer fiquei intrigado. Shinsuke Sato assume a direção do live action da obra de Haro Aso. Aliás, a série não e recomendada para menores de 18 anos.

A sinopse faz jus a essa temática de distopia, e já  começa eletrizante. A historia começa com 3 garotos: Arisu (Kento Yamazaki) um jovem viciado em games , Chota ( Iûki Morinaga) um garoto virgem e traumatizado e Karube (Keita Machida) um amante um pouco encrenqueiro. Conforme o desenrolar do primeiro episódio vem, você se vê imerso no mundo distópico dos garotos e começa a se perguntar o que realmente está acontecendo.

O suspense se mantém em toda a primeira temporada, de forma que maratonar é uma boa opção. A ação nos episódios 1, 2 e 3 são impactantes e decisivas pra saber se você vai curtir a série ou não. Efeitos visuais não são os melhores, mas também não deixam a desejar. As atuações convencem bem e a ação realmente puxa a série para outro nível.

Surprises

Algumas surpresas durante a série, como alguns backgrounds e alguns embates conseguem deixar o espectador muito vidrado para o próximo episódio. Esta aí a palavra que resume essa obra: surpreendente. Os enigmas são bem feitos e o drama em alguns momentos é bem forte e característico do trabalho audiovisual japonês.

As soluções dos problemas não são fáceis e isso é bom, pois não são absurdas e nem daquele tipo que caem do céu. Ou seja, tudo é muito palpável e passa veracidade. Estejam preparados para muito sangue, muitos enigmas, suspense e uma ação que te faz querer sair da cadeira direto pra dentro da série.

Quero muito saber o que as pessoas vão achar de Alice in Borderland, principalmente você que não consome conteúdo asiático normalmente. Então, se você está lendo isso e viu a série ou vai ver, volte aqui e me diga o que achou!

Afinal, veja o trailer:

Ademais, veja mais:

2020 Japão Submerso | Obra impressiona e pode chocar
5 animes para ver durante a quarentena
Tokyo Ghoul | Filme live-action na Netflix é boa adaptação

10 Comments

  • Marco Marcelino
    Marco Marcelino

    Série muito boa, prendeu-me logo no primeiro episódio e não consegui parar até ao último. Fiquei muito surpreendido com o resultado final e… falta muito para a temporada 2?

    Responder
    • Sérgio Menezes
      Sérgio Menezes

      A Netflix ainda não confirmou, mas acredito que deve confirmar nos próximos meses, e material não falta.😉

      Responder
      • Thunder44
        Thunder44

        Chefe, no mangá, em qual ponto a série termina pra eu continuar pelo mangá???

      • Sérgio Menezes
        Sérgio Menezes

        Cara então, não li o mangá mas uma coisa é que além de levar spoiler a história pode sofrer mudanças. Aí vai muito da conta e risco, mas se tu acha que vale a pena tenta ler o manga do começo.

  • FABIO DE ALMEIDA
    FABIO DE ALMEIDA

    Gostei da série, algumas caras e bocas características dos filmes asiáticos, mas ação e enredo envolventes. Estou curioso para assistir a próxima temporada.

    Responder
    • Sérgio Menezes
      Sérgio Menezes

      Sim sim, estamos! Bom que o manga já tem muita história, então pode ser bem trabalhado.

      Responder
  • Joe Anderson
    Joe Anderson

    To indo conferir agora.
    Fiquei até com medo de não conseguir parar de ver kkk

    Responder
    • Sérgio Menezes
      Sérgio Menezes

      Veja sim! Depois volte a que é diga o que achou =)

      Responder
  • Caçadores de Demônios | Série mistura Caça-Fantasmas com Yu Yu Hakusho na Netflix

    […] Além disso tem Alice in Borderland na Netflix, surpreendente. Entenda! […]

    Responder
  • Júlia Sanz
    Júlia Sanz

    Essa série é simplesmente uma das melhores atuais da Netflix! Não dá pra parar de ver, confesso que conteúdo asiático, anime, manga, não é algo que eu costumo consumir, detesto! Mas dei uma chance e fui surpreendida da melhor forma. Assistam!

    Responder

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: