Saturday, December 4, 2021

Porno para Principiantes | Filme traz o passado escondido de um padre com muito humor

Porno Para Principiantes. Calma, calma, não é bem o que parece, é muito mais. Uma divertida comédia dirigida com muita eficiência por Carlos Ameglio. Ao menos, devo dizer que ri bastante. A primeira cena nos apresenta um padre, Simon, em ótima atuação de Roberto Suarez. Logo, é procurado por um rapaz, Joaquim Parrera, e seguem para um confessionário. Aí já começa uma cômica troca de papeis que o diretor utiliza com maestria. A narração pega bem, ainda mais no início, resumindo a parte mais importante da vida do protagonista até ali. Aliás, é quando já percebemos que mesmo as tragédias virão com humor.

A saber, o filme beira o nonsense, mas a história consegue prender do início ao fim – ficamos querendo saber o que vem a seguir, e como ele acabou como padre. Na segunda metade, em certo momento até perde um pouco o ritmo, porém logo retoma. Essa coprodução de Uruguai, Argentina e Brasil alcança sua missão primeira: fazer rir.

Entretanto, não só isso, o diretor acaba viajando por vários gêneros do cinema, pois apresenta desde cenas de aventura até romance, contudo, sem nunca esquecer do que realmente importa: o sex… a comédia! Apesar do título, adianto que não é para aguardar cenas tórridas de sexo. Pelo contrário, o que sobressaem são os diálogos, as brincadeiras e referências diversas, como “A Noiva de Frankenstein”.

Brasileira

A princípio, o protagonista é um idealista, orgulhoso, que deseja ser um diretor de cinema com ética, estética e dignidade artística. Ou um passarinho sonhador preso numa gaiola. Faz curtas-metragens desde criança, até que na semana do seu casamento surge a oportunidade de ser pago para realizar um filme. Porém, não é bem o que Victor Medina (Martín Piroyansky empresta veracidade) acha que vai ser.

A brasileira Carolina Manica dá vida a atriz pornô Ashley Cummings que, com seu jeito de ser e magnetismo, reverbera em todos ao seu redor. A saber, a atriz entrega boa atuação numa mescla de sensualidade e esperteza. Convenhamos que acaba fortalecendo estereótipos, por que logo uma brasileira? O filme parece muito com outras comédias dos anos 80 e 90. Anibal (Nicolás Furtado diverte), inclusive, é aquele clássico amigo perdedor, desajeitado e sem noção.

Em verdade, Porno Para Principiantes é uma grande homenagem ao cinema, é bem metalinguístico. Nesse ponto, brinca com eficácia com várias camadas das filmagens. Afinal, é sobre um diretor de cinema em busca de seu sonho. Acaba por homenagear também os tempos das videolocadoras. Tem como grande mérito as várias surpresas que acontecem no timing certo, proporcionando gargalhadas inesperadas e bem vindas. É bobo? Sim. Todavia, cinematograficamente tem méritos como boa fotografia e direção, mesmo pecando em um roteiro machista.

Ademais, veja mais:

Certamente, o cinema brasileiro independente pede passagem
Além disso, filme “Fora de Casa” homenageia profissionais que não podem se isolar
Enfim, confira Nódulo | Nova animação brasileira

 

5.5
Porno Para Principiantes

Uma coprodução Uruguai, Argentina, Brasil, que traz a história pregressa de um padre com muito humor.

2 Comments

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: