Sunday, February 28, 2021

Para o Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos, conheça a Coleção HQ Brasil

O Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos tem razão de ser. Em 30 de janeiro de 1869, foi publicada a primeira história em quadrinhos brasileira. Era “As Aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte”, do cartunista Angelo Agostini. A partir de 1984, ficou instituído, através da “Associação dos Quadrinistas e Cartunistas do Estado de São Paulo” (AQC-ESP), que todo dia 30 de janeiro se comemora o Dia do Quadrinho Nacional, em homenagem ao trabalho de Agostini.

No Brasil, as histórias em quadrinhos se popularizaram com o lançamento de clássicos como “A Turma da Mônica”, “O Menino Maluquinho”, “A Turma do Pererê”. Ademais, o “Tico-Tico”, que consideram a primeira revista em quadrinhos lançada no Brasil, em 11 de outubro de 1905.

A Coleção HQ Brasil, da Editora do Brasil, veio para aproximar os leitores de dois universos aparentemente distintos: o da literatura clássica e o das histórias em quadrinhos. Com uma linguagem gráfica moderna e ágil, os livros que compõem esse selo apresentam textos de autores cultuados e histórias muito conhecidas em um formato altamente contemporâneo e dinâmico.

Então, para o Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos conheça um pouco da obra de grandes artistas:

OS FAROLEIROS E OUTROS CONTOS DE MONTEIRO LOBATO

O desenhista e roteirista Laudo Ferreira apresenta alguns contos de Monteiro Lobato adaptados para a narrativa em quadrinhos:

“Os faroleiros” – conto que abre esta edição e a de Urupês, primeiro livro de contos publicado por Lobato, em 1918 – traz um episódio do passado de um jovem vivendo em um farol. Do livro Cidades mortas, de 1919, conhecemos o primeiro encontro entre um menino e o saci, na divertida história “Pedro Pichorra”.
Em “O Luzeiro agrícola”, conhecemos a trajetória de Sizenando Capistrano, um poeta que, para sobreviver, torna-se inspetor agrícola e conhece os meandros do progresso e do funcionalismo público. Por fim, uma história de origem do homem e da humanidade, com a visão irônica e irreverente de Lobato, em “Era no Paraíso…”, da coletânea O macaco que se fez homem, de 1923.

MISSA DO GALO E OUTROS CONTOS DE MACHADO DE ASSIS

Neste livro, quatro histórias do mestre da literatura chegam em quadrinhos, na adaptação de Francisco Vilachã: “Missa do galo”, “Conto de escola”, “O espelho” e “Umas férias”. Contos que simbolizam muito bem a maravilha da narrativa machadiana. Intercalados por trechos de outros gêneros textuais do autor, o livro é um mergulho pelo universo de Machado. Além disso, é um convite para que o jovem leitor conheça um pouco mais o trabalho desse magnífico escritor, reconhecido como um dos maiores brasileiros de todos os tempos.

O PERU DE NATAL E OUTROS CONTOS DE MÁRIO DE ANDRADE

Mário de Andrade é um ícone da literatura nacional, apontado como um dos maiores autores brasileiros de todos os tempos. Por isso, conhecer um pouco de sua obra é fundamental a qualquer leitor. Nesta adaptação cuidadosamente feita em HQ por Francisco Vilachã, a essência da linguagem e dos enredos de quatro de seus contos foram preservadas e adaptadas com rigor e fidelidade. A seleção inclui o conto “Peru de Natal”, “Vestida de preto” (ambos extraídos de Contos novos), “Será o Benedito!”,
(publicado em um jornal da época) e “Caim, Caim e o resto” (extraído do livro Os contos de Belazarte). Seguindo a proposta dessa coleção, este livro traz ainda excertos e pequenos textos dos mais variados gêneros. Por fim, brinda os leitores com uma apanhado sucinto da obra de Mário, tão grandiosa e moderna, e que merece ser conhecida em sua totalidade.

LOUCO POR HQs

Caio é um adolescente fã de quadrinhos! Sua paixão pelas HQs ajudou a aflorar um talento: ele escreve roteiros dessas histórias, tal como fazem seus grandes ídolos. Mas Caio não sabe desenhar e está em busca de alguém que ilustre seus roteiros. Em seu caminho está Olívia, uma menina diferente, que adora mangás e que parece ter saído diretamente de um. Em meio às mudanças pelas quais está passando, Caio terá ainda de entender Olívia e o choque que ela causou em sua vida com sua visão um tanto diferente das coisas.

Ademais, veja mais no Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos:

Conrad Editora anuncia o lançamento de Desbravando Calvin e Haroldo
Confira a voz feminina representada em 7 HQs | Mulheres e Quadrinhos
Confira seis HQs para celebrar o Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos

Escreve o que achou!