Mulheres Livres | Para o Dia Internacional da Mulher, confira 4 livros com a visão feminina

Mulheres Livres! Dia 8 de março é o “Dia Internacional da Mulher”. Adotado pela Organização das Nações Unidas no século 20, essa data traz uma celebração de conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos. Além disso, busca relembrar a luta pela igualdade de gênero e melhores condições de trabalho. Dessa forma, pensando na importância dessa data, temos aqui dicas de obras escritas por mulheres sob diferentes óticas, incluindo a ficção e a luta feminista.

Confira:

Mulheres Livres – A luta pela emancipação feminina e a Guerra Civil Espanhola – Martha A. Ackelsberg

Após uma longa e rigorosa pesquisa sobre as condições sociais e políticas que permitiram o surgimento de um movimento emancipatório de mulheres na Espanha revolucionária de 1936, Martha A. Ackelsberg narra os esforços da Federação Mulheres Livres para criar uma organização de alcance nacional constituída por e para as mulheres da classe trabalhadora, com o objetivo de prepará-las para ocupar seu lugar na revolução em curso e na nova sociedade que se avizinhava e que, infelizmente, por fim, foi detida pelo avanço do fascismo.

Saiba mais: https://cutt.ly/sl2V2y0

Origens do Totalitarismo – Hannah Arendt

Hannah Arendt primeiro se propõe a elucidar o crescimento do antissemitismo na Europa Central e Ocidental nos anos 1800 e prossegue com a análise do imperialismo colonial europeu desde 1884 até a deflagração da Primeira Guerra Mundial. A última seção discute as instituições e operações desses movimentos, centrando-se nos dois principais regimes totalitários – a Alemanha nazista e a Rússia stalinista. Arendt considera a transformação de classes em massas, o papel da propaganda para lidar com o mundo não totalitário e o uso do terror como fatores essenciais para o funcionamento desse tipo de regime.

Saiba mais: https://cutt.ly/Ol2B6Ud

O Morro dos Ventos Uivantes – Emily Brontë

Obra-prima da literatura mundial, a conturbada história de amor entre Heathcliff e Catherine continua a agradar os leitores de todas as épocas. Afinal, a narrativa, com características góticas e realistas, transporta o leitor ao inóspito condado de Yorkshire, para dentro da misteriosa mansão que dá nome ao livro. Ali, personagens são delineadas e tragédias marcam uma geração. Emily Brontè criou um romance intenso, impossível não se envolver.

Saiba mais: https://cutt.ly/Ol2Miqm

O Sol é Para Todos – Harper Lee

A princípio, um dos maiores clássicos da literatura mundial. Nesta emocionante história ambientada no Sul dos Estados Unidos da década de 1930, região envenenada pela violência do preconceito racial, vemos um mundo de grande beleza e ferozes desigualdades através dos olhos de uma menina de inteligência viva e questionadora, enquanto seu pai, um advogado local, arrisca tudo para defender um homem negro injustamente acusado de cometer um terrível crime. Uma história sobre raça e classe, inocência e justiça, hipocrisia e heroísmo, tradição e transformação. Além disso, “O sol é para todos” permanece tão importante hoje quanto foi em sua primeira edição, em 1960.

Enfim, saiba mais em: https://cutt.ly/el2M5TV

Ademais, leia mais:

A saber, Cine África e Sesc São Paulo lançam livro ‘Cinemas Africanos contemporâneos – abordagens críticas’
Loucuras de Verão | Leia gratuitamente o novo livro da Editora Lettre
Contos de Amor | Editora Solar dos Livros lança obra sensível e criativa

Escreve o que achou!