O Fouet | Cafeteria no Porto traz sabor de Minas Gerais

O Fouet. A saber, fouet (fala-se fuê) é aquele utensílio de cozinha conhecido também pela alcunha de batedor de ovos, é usado para bater claras, cremes, massas e afins. Contudo, em frente à Praça da República, na cidade do Porto, em Portugal, fouet ganhou um novo significado. Uma semana antes do início do isolamento total em Portugal, no mês de março de 2020, dois brasileiros compraram uma loja. Ricardo Duarte e Flávia Peixoto, ambos de Belo Horizonte encontraram esse local já pronto, que era de outros dois brasileiros que estavam deixando o país europeu.

Luso-brasileira

O Fouet é uma cafeteria e doceria com bolos caseiros feitos artesanalmente. Aliás, eles têm um dos melhores pães de queijo do Porto – o fato de ser feito por uma oriunda de Minas Gerais ajuda. As especialidades nesse local são os quiches funcionais, as tostas com ingredientes frescos, o tradicional pão de queijo mineiro, claro, e os bolos. “Temos opções saudáveis, sem açúcar, ou bem docinhas a sua escolha, com várias propostas para os nossos convidados mais gulosos – prove as nossas sobremesas e os nossos deliciosos bolos. Também pode provar um pequeno-almoço saboroso para si, com tostas, croissants e sanduíches. E podes compartilhar suas experiências com seus amigos utilizando a nossa Wi-Fi gratuita”, declara Flávia.

Ricardo Duarte e Flávia Peixoto

Além disso, com exceção do Pastel de Belém, do croissant e dos pães, é tudo feito pela Flávia Peixoto. Ela escolheu o nome O Fouet para fortalecer essa referência a algo feito artesanalmente. Ela era bancária no Brasil, mas fez um acordo com o banco e saiu para seguir outro caminho. No O Fouet é possível almoçar um conjunto de sopa, salada com omelete, bebida e café por 6 euros.

Comi um Quiche de Espinafre, o qual estava com a massa no ponto certo e recheio bem temperado. A psicóloga Juliette Luís, brasileira, também estava por lá. “Ambiente acolhedor e produtos frescos. Prezo sempre isso. Além disso, me sinto segura porque estão seguindo todas as normas de segurança por causa do coronavírus. Aqui tem um gosto de lar, sabor caseiro. Recomendo o quiche de alho francês e o bolo de cenoura”, disse Juliette.

Os brasileiros no Porto, cada vez mais, movimentam a economia da região e abrem novas possibilidades. O Fouet é mais uma dessas iniciativas – e funciona.

Ademais, veja mais:

Salpicos Verdes | Conheça um dos melhores restaurantes do Porto
Zezé Burguer | Da depressão ao sucesso
Aprenda a fazer um Carreteiro Vegetariano | Medicina da Cozinha

 

1 Comment

  • Jones Duarte
    Jones Duarte

    Muito boa a matéria, rica em detalhes.

    Responder

Escreve o que achou!

%d blogueiros gostam disto: