Aprenda a fazer um Carreteiro Vegetariano | Medicina da Cozinha

A origem da receita vem das tradições gaúchas. Claro, o original tem como base, a carne. A princípio, o carreteiro, também conhecido como arroz de carreteiro, é relacionado aos mercadores que transportavam cargas e viviam atravessando a região sul em carretas, que é um transporte puxado por bois. Aqui no sul há muito churrasco, e por isso, sobra, às vezes, carne dessa
refeição. Então, para reaproveitar, a carne é usada junto ao arroz. É um prato muito apreciado aqui no Rio Grande do Sul, pois deixa o arroz mais saboroso e traz a nostalgia do churrasco também experienciado.

Esses dias, meus pais fizeram um carreteiro aqui em casa com o restante da carne vermelha que sobrou do almoço, e foi aí que surgiu a inspiração de tentar o carreteiro vegetariano, livre da carne! É um receita muito simples de fazer e permite muitas variações, usando os legumes que tu tens em casa. Sim, “tu”, bem gaúcha, hehe.

Selecionando os legumes de sua preferência (aqui, usamos Cenoura, Pimentão Amarelo e Brócolis), os passos para realizar a receita são os seguintes:

1- Coloque para fritar alho e cebola
2- Acrescente os vegetais escolhidos (corte-os em pedaços menores para que seja mais rápido e fácil de fazer)
3- Tempere essa mistura com sua preferência (Sal, pimenta, orégano…)
4- Mantenha os legumes refogando por cerca de 5 minutos, até começarem a amolecer
5- Adicione arroz e água e misture bem
6- Ao acrescentar o arroz, abaixe o fogo e deixe a calor agir, tapando a panela e deixando
cozinhar até a água secar, aproximadamente uns 20 minutos
7- Está pronto para comer!!

Dicas para o carreteiro vegetariano:

Porém, se sentes saudade da carne, mas não quer consumi-la, é possível fazer a receita também com “carne de soja” e “carne vegetal”. Talvez eu experimente fazer daqui um tempo, então posso compartilhar a experiência como foi! Todavia, seguindo somente essa receita, achei que faltou para mim um pouco de sabor. Dessa forma, para deixar mais “aguadinho” e  suculento – exatamente como gosto o arroz – sugiro acrescentar tomate ou molho de tomate para adicionar essa cremosidade.

É bom verificar o nível da água e o ponto do arroz, pois, às vezes a água pode secar mais rápido, fazendo com que o arroz não fique pronto, sendo necessário acrescentar mais água. Isso acontece porque a panela já vai estar bem quente, e a água já vai ferver mais facilmente. Vá experimentando a quantidade de água até achar o ponto que gostes do arroz! Com o tempo, vai pegando o jeito e já sabendo quanta água precisa. Certifica se a quantidade de legumes está proporcional para a quantidade de arroz, para que estejam em equilíbrio no prato! Essa receita de carreteiro vegetariano pode ser feita tanto com arroz branco quanto arroz integral. Observe o tempo de cozimento de cada!

Receita mais estruturada com medidas para quem quer mais precisão:

2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 cebola picada
1 dente de alho picado

Além disso, 1/2 xícara de abóbora em cubos pequenos
1/2 abobrinha em cubos pequenos
1/2 pimentão amarelo em cubos pequenos
Também uma xícara e meia de brócolis cortado em floretes pequenos
1 colher (sopa) de mostarda
1 colher (chá) de sal

Em seguida, 1 colher (chá) de orégano
1 pitada de pimenta-do-reino preta moída
2 xícaras de arroz sete grãos
4 xícaras de água fervente

@_luggg

Ademais, leia mais:

Purê de Palmito, aprenda uma receita fácil | Medicina da Cozinha
Receita de pasta de pimentão vermelho | Medicina da Cozinha
Cachupa | Conheça esse prato da gastronomia típica de Cabo Verde

Escreve o que achou!